O que fazer em Brasília – Programas Alternativos

Ao contrário do que muitos pensam, nossa cidade tem muito a oferecer. Veja você mesmo o que fazer em Brasília.

 

“Porque os atrativos da Capital vão muito além dos programas turísticos tradicionais.”

Olá queridos,

Estavam com saudades? Aposto que sim!

 

Antes de mais nada, gostaram da nova “cara” do blog??! 😀

(Diz que sim, vai?!..rs)

 

Esses dias estávamos nós, casal Leve Sem Destino, passeando pelo Planalto Central, curtindo uma paisagem bem verdinha, diferente dos tempos de secura que fazem o nariz sangrar, fazendo programas tradicionais (lanche/café/barzinho), outros alternativos: feira com food truck; ficando loucos com o florescer dos flamboyants, quando passou pela nossa mente: Brasília no blog, porque não??! E então criamos essa lista sobre o que fazer em Brasília.

o que fazer em brasilia - tantas palavras - amor em brasilia - correio braziliense

Sim, hoje temos a dificílima missão: Falar sobre nossa cidade Mãe. O que fazer em Brasília? Buscar as melhores palavras para homenageá-la. Afinal, nascemos dela. Somos adaptados para viver no melhor estilo “calango do Cerrado”..rs.

Brasília, bem diferente do mostrado nos canais de TV, é uma cidade jovem, toda modernosa, cheia de curvas! #suspiros

Cosmopolita, arquitetada. Aqui há espaço para todas as mentes, crenças, tribos.

Queria eu conseguir palavras que expressassem tão bem o que é esse “quadradinho” em nossas vidas. Muito mais do que estereótipos prontos, frases formadas sobre o clima seco e as pessoas frias, Brasília é a união de todo um Brasil. E ora se não, de todo nosso planeta. Digo e repito: Aqui há espaço para todos, e a cada dia essa característica tem ficado mais evidente.

 

Para chegar à Capital Federal não há mistério. Há vôos diretos de quase todas as capitais. Muitos deles costumam ter bom custo-benefício (Sampa e Rio, por exemplo). Logo, você consegue conhecer muito daqui em apenas um final de semana.

feira-torre-tv-fonte-brasilia-df-o que fazer em brasilia

 

O que fazer em Brasília:

 

Programa Turistão:

Para quem está sem carro e quer conhecer os principais pontos em uma “lapada só”, recomendamos o City Tour Brasília. Nele você poderá conhecer os principais pontos projetados pelos grandes Oscar Niemeyer e Lúcio Costa; também poderá visitar a feirinha da Torre de TV, comprar souvenirs e fazer um lanche delícia.

Toda essa programação tomará boa parte do seu dia. Mas, se ainda assim, você fez tudo isso e quer mais, recomendamos que pegue um táxi ou Uber para o Pontão do Lago Sul. Assista ali o sol se pôr, magnificente.

pontao-lago sul-mormaii-brasilia-df- o que fazer em brasilia

 

O que fazer em Brasília – Programas Alternativos:

 

No quadradinho

 

1- Picnik

Dos programas alternativos e com entrada gratuita, este é provavelmente o mais curtido pelo povo brasiliense e por quem escolheu esta cidade para chamar de sua.

Quem escolhe o evento para passar o dia, sempre encontra arte, música, moda, gastronomia e uma diversidade interessante de público.

Entrei na página deles e curti demais a “vibe”. Eles têm essa pegada que é a cara de Brasília. Um evento com espaço para todos, que atrai família, amigos, casais, expositores. Vi também que houve uma edição pet friendly recentemente, mas não sei se será possível levar seu amigo de 4 patas sempre.

Dica: Como o próprio nome diz, para este atrativo leve sua canga e sua cesta de lanches.

Obs: Evento que acontece em datas esporádicas e locais diferentes. Para acompanhar entre na Fan Page deles.

 

2- Feirinhas/Encontros de food Truck:

Porque eles tomaram conta da cidade. São uma febre, estão em vários pontos e vieram para ficar! São uma ótima dica de o que fazer em Brasília.

Confesso que tinha um pé atrás em relação a esses veículos que vendem comidas e bebidas, pois os preços inicialmente não eram convidativos. Mas a pegada “diferentona” e a concorrência estão trazendo excelentes mudanças! Muitas vezes eles se concentram na Quadra 206 Norte, e neste mesmo local você encontra diversas opções.

Já vimos: Comida japonesa, Colombiana (Arepas <3), Mexicana, Indiana, Árabe. Além do tradicional hambúrguer, feito por alguns foods truck de forma artesanal. Também há crepes, Arroz Carreteiro (oxente!), comida de boteco…enfim, são tantos. Estamos longe de conhecer todos.

E sim, há os fuscas/kombis que vendem cerveja artesanal. Esses dias vimos uma kombi que vendia sucos, uns 5 sabores (Sucopira), todos expostos de uma forma divertida de se ver. Aliás, vou te contar aqui, esse povo investiu MESMO no negócio. Crise?! Informações extraoficiais dão conta de que o Geléia Burger, por exemplo, começou com um caminhão e hoje eles já estão com seis.

 

3- Chefs Nos Eixos

“Evento gastronômico promovido pelo site Querocomer. Comida gourmet na rua, comida de chef a preço acessível, feira gastronômica, domingo no Eixão” (fonte)

 

Já houveram várias edições do Chefs Nos Eixos desde que o evento foi criado, em 2014. A proposta é levar grandes nomes de famosos restaurantes da capital para cozinhar ao ar livre refeições gastronômicas vendidas a preços populares.

Já fui e curti o programa, que não tem local fixo para acontecer, mas varia entre os eixos Norte,  Sul e Monumental.

O acesso é fácil para grande parte da população, logo, sempre lota. Isso não é ruim, mas é algo que precisa ser melhor adaptado, para receber a todos com uma boa estrutura.

 

Dica: Chegue cedo para garantir um bom local de permanência e seja um dos primeiros a fazer a refeição. Eu levaria também uma canga, pois é comum faltar cadeiras e mesas.

É um evento legal, mas com necessidade de melhorias.

O evento também conta com food trucks, “food kombis” e veículos vendendo cerveja artesanal.

 

Obs: Outro evento que ocorre algumas vezes por ano, acredito que umas 4.

Para saber mais e acompanhar: Site | Facebook 

 

O que fazer em Brasília – Tome Cerrado

 

4- Parque da Cidade

Um dos maiores Parques Urbanos do mundo, o maior da América Latina, localizado na região central da cidade e com acesso partindo de vários pontos. Possui uma área verde de 420 hectares e uma enorme infraestrutura de lazer a céu aberto.

Conta com pistas de caminhada\corrida, ciclovia, parques internos para crianças (Nicolândia, Ana Lídia, Castelinho), lagos, churrasqueiras comunitárias, quadras poliesportivas, quadradões de areias, restaurantes, quiosques, entre outros.

Conta também com uma extensa área coberta utilizada para shows, feiras e eventos culturais – Pavilhão de Exposições.

Bastante democrático, aqui você pode levar a família, os amigos, o cachorro e curtir um dia inteiro!

 

5- Parque Olhos D’água

Localizado no final da Asa Norte, Superquadra Norte 413\14. É um parque bem menor que o anterior, que também possui um bom espaço para corridas\caminhadas (pista curta, 2 km de pista de cooper, trilhas e um lago central, chamado de Lago dos Sapos). A única desvantagem deste parque é não ser permitido entrar de bike, patins ou skate.

 

Bom para: Caminhada/corrida, pic nic.

 

6- Raia Norte

Caminho do Lago Norte, segue “reto toda a vida”, ao lado do Clube do Congresso. Mais um espaço ideal para esportes na orla, SUP, caiaque e remo. Eventualmente acontecem eventos para reunir a família. E como o SUP está em alta, não podemos deixá-lo de fora de o que fazer em Brasília.

Até o final do ano de 2015 frequentávamos muito essa raia, para aulas de Treino Funcional. A dureza era só acordar cedo, mas super valia a pena, pois depois das aulas exaustivas éramos liberados para o refrescante lago.

 

7- Água Mineral

Um dos mais conhecidos parques ecológicos de Brasília. Aqui você entra em contato direto com a fauna e flora do Cerrado. Uma excelente pedida para quem curte trilhas, piquenique, piscinas abastecidas por nascentes (ou seja, água corrente e limpinha) e um dia energizante!

 

O parque tem duas piscinas conhecidas popularmente por “Nova” e “Velha”, mas ambas em ótimo estado de conservação.

“Ao todo, o parque possui 30 mil hectares de extensão. A área é preservada e tem duas trilhas, a trilha da Capivara, que dura cerca de 20 minutos para percorrer e a do Cristal Água, com cerca de 1 hora de duração.

O parque tem ainda dezenas de nascentes que brotam da terra com água pura e limpa. As águas do parque formam 3 importantes bacias hidrográficas no Distrito Federal, a Tocantins, Paranoá e a bacia de São Francisco.” (Fonte)

Entrada: R$: 13,00 (Dez\2016)

Dicas:

1- Evite ir aos finais de semana, pois fica bem lotado.

2- Não alimente os animais – É comum ver macacos perto dos visitantes e eles costumam ser um pouco abusados, cuidado. Eles podem roubar seu lanche…rs

agua mineral - parque nacional de brasilia - parque nacional de brasilia - piscinas - o que fazer em brasilia - macaco

 

8- Calçadão da Asa Norte

Mais uma opção de lazer ao ar livre, onde você pode fazer programas gratuitos (picnic, levar as crianças ao parque, exercícios) ou pagos: Caiaque, SUP, pedalinhos.

 

9- Ermida Dom Bosco

Porque o brasiliense resolveu tomar conta do seu espaço. Mais uma opção democrática e ao ar livre, que tem ganhado o coração de todos no quesito “o que fazer em Brasília”. Localizado no Lago Sul (QI29). O espaço recebe jovens praticantes de esportes “radicais” (skatistas, patinadores e ciclistas que se jogam de uma rampa para o lago), famílias com seus pets, grupos de amigos interessados em se refrescar no lago e casais apaixonados a fim de contemplar um dos pores do sol mais bonitos da cidade!

cachorro - lago paranoa - ermida dom bosco - brasilia - o que fazer em brasilia

 

10- Jardim Botânico

Um local que ainda não conhecemos e sinto vergonha de dizer isso…(rs). Pois tanto nossos amigos brasilienses quanto os visitantes de outras cidades tem curtido muito e nos deixado tentados.

De acordo com uma breve pesquisa, o Jardim Botânico possui uma vegetação composta predominantemente por plantas do Cerrado, que podem ser contempladas nas trilhas.

“A área acessível à visitação é composta pelo Centro de Visitantes, Centro de Excelência do Cerrado, área de Piquenique, Orquidário, Cactário, Biblioteca, Permacultura, Anfiteatro, Trilhas Interpretativas e Jardins Temáticos.” (fonte)

 

Além de tudo isso, soubemos há alguns meses que o Jardim Botânico criou em espaço para café da manhã no estilo piquenique, o Restaurante Café Bom Demais. Sob os pés de eucaliptos, o cardápio oferece diversas opções de café da manhã, brunch, almoço e lanches. Tudo muito simples, nada gourmetizado, e com um preço bacana! 

Confesso que estou sabendo de todas essas informações porque li de cima abaixo a postagem da Cynara Vianna, Blog Cantinho de Ná, e fiquei babando em cima do teclado ao ver as imagens do que ela escolheu para degustar com a família.

 

E mais:

Tem parquinho para a criançada e escolinha de bike com bicicletas e instrutores.

 

Entrada: R$: 5,00 – Idosos, crianças e portadores de necessidades especiais não pagam.

Dias e horário de funcionamento:  terça a domingo, de 09 h às 17 h.

Aos finais de semana é bom reservar: (61) 3366-5732

 

Saiba mais!

 

11- Eixão do Lazer

Dos espaços públicos ocupados por seus “donos” (nós), o Eixão do Lazer é para mim o mais democrático de todos, pois são 14 km de área livre asfaltada, que cortam a Capital Federal de Norte ao Sul. O acesso é super fácil para quem mora nas “Asas” de Bsb. Para quem vem dos arredores e das satélites, basta descer em qualquer parada do Eixinho (transporte público). Ou estacionar nas entrequadras.

 

Nesse grande Centro de lazer, você encontra corredores, ciclistas, skatistas e praticantes de esportes ao ar livre em geral. Também topa com famílias em uma caminhada, carrinhos de bebê, cães e toda a sorte de brasilienses e não brasilienses aproveitando bem este amplo espaço.

 

Há sempre  pelo caminho vendedores de água de coco, afinal aqui o sol reina forte boa parte do ano. Alguns pontos possuem ainda brinquedos infláveis e aluguel de triciclos para adultos e bicicletas para crianças. (No final da Asa Norte há um desses).

 

Se eu não te convenci ainda de que o Eixão é uma excelente pedida para curtir seu domingo ou feriado na Capital do país, vou fazer uma última tentativa…rs. Convidá-lo a ver a visão da Dri, (Adriana), do Blog Atravessar Fronteiras,que é outra brasiliense apaixonada pelo quadradinho, e faz tudo isso aqui com maridão, filhos e o cachorro. Faz sozinha também, porque ela é do time saúde, corredora profissional!

 

São nesses Eixos que costumam acontecer eventos de tempo em tempos. Um deles, o Chef nos Eixos, já mencionado aqui.

 

Dia de funcionamento: Domingos e feriados.

eixao do lazer-brasilia-asa norte-asa sul-df
Foto cedida por Adriana Magalhães, do blog “Atravessar Fronteiras”

 

12- CCBB

Localizado no Setor de Clubes Sul, ao lado de um dos cartões postais de Brasília ( a Ponte JK), o Centro Cultural Banco Do Brasil de Brasília “é a terceira instituição cultural mais visitada no Brasil e a 38ª no mundo” de acordo com a publicação inglesa The Art Newspaper (abril/2014), fonte.

 

A primeira opção cultural preferida entre os brasilienses e muitos dos que visitam a cidade. Lá as exposições são gratuitas, as sessões de cinema e teatro tem um custo bem baixo, além de contar amplo espaço verde e esculturas que servem de brinquedos para as crianças. Um convite para um dia inteiro de piquenique.

O fato de estar um pouco afastado do centro não impede ninguém de conhecê-lo. Há ônibus gratuito saindo de vários pontos.

 

Para saber um pouco mais sobre este rico atrativo e a experiência de uma mãe com seus pequenos, acesse o Blog da Dri – Atravessar Fronteiras. Também indico o texto da Sylvia – Sentidos do Viajar , que teve um agradável dia e curtiu bastante todos os espaços deste lugar.

 

Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.

Todas as informações úteis você encontra no site do CCBB de Brasília 

 

13- Torre de TV

Sim, faz parte do programa tradicional para turistas. Mas super se enquadra no quesito “vamos amigo, vou te mostrar muita coisa bacana!”

É um atrativo de turismo que você DEVE conhecer, não só por proporcionar uma espetacular vista de onde está a parte central do avião, nem apenas por conta da bela fonte em frente a torre, mas sim por todo um conjunto: visual urbano de agradar os olhos, feirinha de artesanato com produtos variados e praça de alimentação que reúne sabores do Brasil.

torre de tv - brasilia - o que fazer em brasilia

Somos daqui e temos aproveitado esse programa cada vez mais. Super recomendo um fim de tarde contemplando um por do sol. E migo(a), dá uma olhada no que foi esse “fim de domingo” que tivemos.

 

 

14Torre Digital – A Flor Do Cerrado

Outro atrativo que devemos visita. Este monumento foi inaugurado em 21 de abril de 2012, no aniversário de 52 anos dessa jovem capital.

Fiz uma breve pesquisa e pude constatar que a flor ainda não está preparada para receber o turismo, infelizmente. As cúpulas ainda não estão abertas para visitação, apenas o mirante superior, o que ainda assim, garante uma vista fenomenal, segundo relato de alguns visitantes.

A ideia desse projeto, mais um de Oscar Niemeyer, é que a cúpula mais alta abrigue um bar-café e a mais baixa seja voltada para exposições sazonais.

As visitações são limitadas a um tempo curto de permanência no mirante. Li também relatos de longas filas. Mas claro, se você tiver a oportunidade, por que não?  A obra está localizada no Setor Habitacional Taquari. Não há acesso fácil por transporte público, mas conta com estacionamento gratuito.

 

15- Santuário da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt

Se ainda com as condições adversas, você resolver visitar a Flor do Cerrado, aproveite para conhecer também esse Santuário, sendo católico ou não. Os visitantes afirmam que o local transmite muita paz.

O Santuário (que por foto parece mais uma fofa capela), fica a pouco mais de 1 km de distância da Torre e tem uma arquitetura que lembra uma construção européia. Também agrada pela bela visão panorâmica

 

“Uma réplica minúscula do santuário original, cercado por um jardim bem cuidado, impossível você não se ajoelhar e agradecer o bem da vida” (Fonte: TripAdvisor)

 

Dica:

1- Para visitar a Flor do Cerrado e o Santuário, vá de chapéu/boné, leve uma garrafa d’água e use protetor solar.

2- Faça o programa que faremos em breve, esteja lá no finalzinho da tarde, para contemplar o descer do sol.

3- Para os católicos de plantão: Há missas durante a semana e finais de semana. Ao que parece a missa de domingo ocorre as 16 horas.

 

 

O que fazer em Brasília – Balada LGBT:

Como já disse anteriormente (e mais de uma vez), Brasília tem espaço para todo(@)s, e essa lista é democrática, para todo o tipo de público.

Este tópico é especificamente voltado para o público LGBT, que correu no Parque da Cidade, visitou as exposições do CCBB, comeu um hambúrguer do Geléia e agora tá tod(@) trabalhad(@) na vontade de “bater cabelo”.

 

Besssha, a senhora gostou que eu tô sabendo! Hahaha

 

Bares

O público GLS, como bom baladeiro que se preze, não chega ao frevo de cara lavada, faz o “esquenta” nem que seja para pedir uma sprite com limão. Logo, nada mais justo do que listar os bares preferidos deste público, que são: O tradicional Beirute da Asa Sul, Bar Barulho (Parque da Cidade), 5uinto Bar, Pinella (espaço bacana com música boa) e o mais novo espaço preferido de todos os dias ( e não só para o esquenta), o Kombinado Bistrô & Bar, localizado na 411 Norte.

balada-bares-o que fazer em brasilia-brasilia-beirute-barulho-5uinto-kombinado

 

Boates

Já as boates preferidas: 5uinto (sim, tem bar e boate, mas não no mesmo espaço), Velvet Pub, Victoria Haus, La Ursa…olha, são muitas.

 

Festas Famosas

 

Acontecem esporadicamente, mas fique feliz, sempre tem alguma. Abaixo duas bem cotadas.

 

Mimosa

 

Festinha  boa, toca de tudo e quando eu digo tudo, é TUDO mesmo. Rsrs…

Fomos uma vez em 2014 (se não me engano), onde a Mimosa foi no Laguna, uma casa de festas flutuante (barco), às margens do Lago Paranoá. Nesse dia super curtimos a música, os drinks, o espaço para dança, o espaço Lounge no gramado, onde disponibilizaram cangas para quem quisesse desfrutar de menos badalação.

 

Festa Odara

 

Famosa nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, foi eleita a melhor festa de música brasileira pelo jornal Folha de São Paulo.

 

“A Festa Odara é uma festa dedicada à música brasileira ao estilo tropicalista: sempre confrontando gerações e ritmos musicais com bandas ao vivo e/ou DJs. […] É a festa que mais trouxe artistas da nova geração para o seu palco.” (fonte: FanPage Festa Odara).

 

Além dessas alternativas, não podemos deixar de mencionar a Parada Gay de Brasília que acontece todos os anos. Este ano ocorreu em Junho.

 

O que fazer em Brasília – Contemplação de Ipês

 

Porque nem só de curvas arquitetônicas é feita a Capital.

Não conhecemos todos os Estados brasileiros, mas algo me diz que Bsb é uma das cidades onde o cerrado e o concreto mais harmonizam-se entre si. Obviamente que também temos problemas de escoamento em épocas de fortes chuvas, mas aqui somos privilegiados por uma diversidade enorme de todos os tipo de árvores, dentre elas os famosos Ipês.

 

Somos conhecidos pelo clima seco, algo que de cara remete ao sofrimento. “Olha lá o brasiliense, ele sofre com problemas respiratórios, não dorme direito, bota sangue pelo nariz”…

Mas acredite, é no meio desse cenário “decadente” que surgem as maiores belezas. Podemos facilmente tirar fotos de alguns Ipês e enviá-los como nosso cartão postal.

 

Não crê? Dá uma olhada…

 

Sim, este ano paramos para ver esses Ipês em detalhes. Nossos famosos pompons são lindíssimos e merecem um bom tempo de atenção.

Os Ipês começam a florescer a partir de maio (os roxos e rosas), seguindo até setembro (Amarelos e brancos).

 

Dica: Faça um piquenique no Parque da cidade (ou qualquer outro) embaixo de um desses.

o que fazer em brasilia - ipes - brasilia - arvores - amarelo - roxo - rosa -branco

 

O que fazer em Brasília – Dicas de outros blogueiros!

 

E aí meu povo, estão gostando?? Se vocês querem ainda mais opções, colem aqui no casal Carla e Erval, eles tem nada menos que 101 (isso mesmo, cento e um) programas imperdíveis para curtir Brasília! E olha que eles são paulistas. Isso que eu chamo de paixão pelo quadrado! Blog I Love Trip.

 

E aqui – Brasília Como eu Vejo mais opções “diferentonas”. Algumas eu não conheço, mas sei do bom gosto da autora. Pode confiar! 🙂 Janinha, beijo!

 

Calma que tem mais: Blog Dentro do Mochilão!

 

É gente, acho que temos uma lista sobre “O que fazer em Brasília” para agradar até o mais exigente dos seres. A postagem ficou (só um pouquinho) extensa, mas acho que consegui transmitir bem o recado.

 

E olha, há mais atrativos do que todos os listados e linkados, a tendência é surgir mais conteúdo, em breve! E ainda tem gente que diz que não há o que fazer em Brasília.

 

E galera das Satélites, a próxima missão é explorar os arredores e aumentar nossa lista sobre o que fazer em Brasília. E isso é quase que uma obrigação, pois eu mesma não moro na região central, estou há 16 anos em Sobradinho. Antes morei na Ceilândia.

 

É isso meus queridos, espero que as dicas aqui ajudem muito nossos visitantes, que são sempre bem vindos. Só não vale falar mal da nossa cidade, porque aí a gente roda a baiana!

 

Faltou alguma coisa? Conta pra gente nos comentários. Vamos fazer desse espaço um guia geral sobre o que fazer em Brasília! 😀

 


sudeste asiatico, por onde comecar - tailandia - laos febre amarela - anvisa

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem | Chip 4G

Gif por Marco Martina


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

30 comentários em “O que fazer em Brasília – Programas Alternativos

  • 10 de janeiro de 2017 em 12:50
    Permalink

    Segura, casal querido! Porque estou chegando e quero um mooooonte de coisa desse quadradinho. Cantinho do mundo que nem estava no topo da lista, mas conhecer vocês e abrir a mente para essa cidade, já me faz ficar aqui ansiosa pelo avião.
    Adorei o post. Super bem escrito, completão e nada maçante. Parabéns pelo artigo e espero poder aproveitar o máximo!
    Um super beijo carioca da Zê

    Resposta
    • 12 de janeiro de 2017 em 17:28
      Permalink

      Migueeeeeeeee, contagem regressiva! Também estamos ansiosos pela sua chegada!

      Espero que a sra. aproveite muito desse quadradinho e da nossa cia. 😀
      Será uma honra tê-la conosco!

      Brigadinha pelo feedback.Te aguardamos!!

      Beijãooo

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2017 em 18:31
    Permalink

    Estivemos no Carnaval do ano passado e nossa primeira experiência foi bem positiva, adoramos a cidade e achamos muito interessante. Eu adorei esta feirinha que tem do lado da antena, comi muita coisa boa lá! Seu post esta repleto de opções interessantes e quando a gente voltar pra Brasilia, vamos ver se conseguimos incluir mais estas opções.

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 08:45
      Permalink

      Olá Itamar! Que bom que gostou de nossa cidade. É realmente muito bom comer na feirinha! Tem muitas opções! Quando incluir mais algumas opções em seu roteiro, volte aqui pra nos contar! 😉

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2017 em 17:10
    Permalink

    Este artigo é um verdadeiro guia de viagem para Brasilia! Espero um dia poder conhecer esta cidade, parece ter muitos locais interessantes! parabéns pelas fotos

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 08:48
      Permalink

      Obrigado Pedro! Quando conhecer acidade, volte aqui para nos contar como foi a experiência! 😉

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2017 em 15:48
    Permalink

    Eu fiz um bate e volta em Brasília quando estive em Caldas Novas há uns bons anos atrás hahaha e só conheci o básico mesmo da cidade, fiquei só no city tour, mas com vontade de voltar.
    Depois do seu post ainda mais =)

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 08:50
      Permalink

      Deve ter sido bem legal essa viagem, hein, Matheus? Caldas Novas é ótimo, e ainda inclui Brasília rsrs Não tem como ser ruim! Volte, e nos conte mais! 😉

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2017 em 13:45
    Permalink

    Quanta coisa bacana Mônica! Fiquei aqui com a sensação de que não conheço quase nada de Brasília, quero aproveitar uma viagem pra explorar suas dicas.
    E o layout tá ótimo, parabéns!
    Abs

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 16:47
      Permalink

      Amilton, pois venha e conheça TUDO!

      Confesso, as vezes também tenho essa sensação, pois ainda não fechamos toda a lista (estamos trabalhando nessa missão…heheheh).
      E pior, tenta visitar os arredores!? Aqui por perto tem tanta cachoeira, por exemplo, que vou te contar, vai demorar “uma vida” pra conhecer cada uma. Mas vamos seguindo! 😀

      Obrigada!
      Fico feliz que tenha gostado da nossa nova “cara” =]

      Abração!

      Resposta
  • 7 de janeiro de 2017 em 18:40
    Permalink

    Adorei o post e as dicas. Faz mais de 30 anos que não vou a Brasilia e fiquei impressionada com as fotos. Parabéns!

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 09:32
      Permalink

      Olá! Obrigado. Que bom que gostou do post. Adorei o seu blog também. Venha para Brasília tirar umas fotos bonitas assim também. 😉

      Resposta
  • 7 de janeiro de 2017 em 18:01
    Permalink

    Adorei as dicas! Tenho família em Brasília e acho que nem eles conhecem a maioria desses lugares! Na próxima visita vou cobrar! 😀

    Resposta
  • 7 de janeiro de 2017 em 01:14
    Permalink

    Mônica, sou fã de BSB!! Já estive na cidade a trabalho algumas vezes, mas foi em uma viagem em família, rodando o Brasil de carro, que parei pra aprecia la, visitar, admirar. E gostei muito!!! Bjs

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 16:38
      Permalink

      Márcia, fico muito feliz de ver pessoas que gostam tanto do nosso Planalto Central!

      Volte sempre, vc será bem vinda!
      Brasiliense gosta mesmo é de pessoas assim, alto astral!! 😀

      Grande bjo!!

      Resposta
  • 6 de janeiro de 2017 em 16:42
    Permalink

    Amo Brasília! Fico contando as horas pra voltar! Tem tanta coisa legal pra fazer e um clima tão vibrante. Isso sem contar os vários amigos que tenho ai! Ótimas dicas.

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 10:21
      Permalink

      Oi Alessandra! Que bom que você gosta de Brasília e gostou de nossas dicas. Se tiver mais alguma, quando voltar, indique aqui para o pessoal! 😉

      Resposta
  • 6 de janeiro de 2017 em 16:06
    Permalink

    Adoreiii! Gosto muito de Bsb e vcs falaram muito bem dos atrativos da cidade. Nao conheço, ainda, a maioria deles mas tenho muita vontade de conhecer.
    beijao!

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 10:22
      Permalink

      Oi oi Dani! Você tem que voltar aqui pra conhecer melhor a cidade. E quando vier, avisa a gente. 😉

      Resposta
  • 6 de janeiro de 2017 em 15:03
    Permalink

    Pôxa, que legal suas dicas, adorei!
    Já fui várias vezes a Brasília mas sempre a trabalho. Nunca consegui aproveitar a cidade!
    Mas pelo visto tem bastante coisa p fazer.
    Abs, Marlise

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 10:24
      Permalink

      Que bom que gostou de nossas dicas Marlise. Você tem que tirar uns dias pra passear tranquila pela cidade. Você vai amar. 😉

      Resposta
  • 6 de janeiro de 2017 em 13:52
    Permalink

    Muito bom ler essas dicas, fazem bastante falta quando a gente tá prestes a ir pra cidade e não faz muita ideia do que fazer por lá (exatamente o que aconteceu com a gente :|). E não cheguei a ver esses ipês deslumbrantes quando fui, que coisa linda! Abraço!

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2017 em 10:31
      Permalink

      Olá Maria! Vale a pena pesquisar um pouco antes de ir pra outra cidade e, quem sabe, já ir até com o roteiro pronto. Bom mesmo, é conhecer alguém que more na cidade né rsrs. Pois é, a época dos ipês é linda, mas pra mim, deveria durar mais rsrs. 😉

      Resposta
  • 28 de dezembro de 2016 em 15:36
    Permalink

    Mônica e Fábio arrasaram no post! Adorei as dicas! Vamos divulgar e mostrar pra todo mundo que tem muita coisa boa pra fazer no nosso quadrado! Bjs do ILoveTrip

    Resposta
    • 28 de dezembro de 2016 em 16:37
      Permalink

      Carrrrrrla, valeuu! Que bom que vc gostou. Sim, vamos divulgar e explorar mais dessa cidade! 🙂

      Bjim

      Resposta
  • 28 de dezembro de 2016 em 09:18
    Permalink

    Adorei o post Mônica, quem estiver planejando conhecer Brasília não terá como terminar de ler e dizer que não sabe o que fazer por aí. Obrigada pela citação :).

    Resposta
    • 28 de dezembro de 2016 em 15:21
      Permalink

      Cynara, e num é?! rsrs… O pior é saber que muito brasiliense não conhece esses atrativos. Eu mesma só fui saber sobre o Café no Jardim Botânico graças a sua postagem (ai que vergonha!) hehehe.

      Que isso, você abordou tão bem o tema. Eu que agradeço! E vindo de alguém que não é da cidade, ajuda ainda mais a passar credibilidade.

      Grande abraço! 😀

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *