São Bento e Almécegas – Chapada dos Veadeiros

Quinta-Feira, 31 de Dez. (Almécegas I, II e Cachoeira de São Bento)

Nesta viagem ficamos acampados no Camping Viveiro. Foi a primeira vez que acampamos em Alto, mas não será a última, assim espero…rs. Em todas as vezes que fomos à Chapada ficamos em camping. E aqui no blog você saberá sobre cada um deles, que são: Camping Kalabura (2x), o famoso Taiuá, Camping Casa da Jia e por fim, o Viveiro. Os três primeiros se localizam em São Jorge. Na Chapada, nós particularmente preferimos acampar, pois desta forma sobra mais dinheiro para os passeios nas cachoeiras e para aproveitarmos bem a noite. Ou você trocaria a São Bento e um céu com milhões de estrelas por uma pousada?

 A noite em São Jorge é tipo, um presente extra. Lá há locais bem gostosos…e a melhor risoteria do mundo! Você saberá mais, em breve – suspense (rsrs).

Chegamos a entrada que dá acesso às 3 cachoeiras. Era relativamente cedo, mas por ser época de virada de ano, nos deparamos com uma fila de carros. Ainda assim o passeio super valeu a pena. E já aqui eu quero deixar dicas super importantes, pegue seu bloquinho e tome nota:

1) Ao chegar ao local você pode optar por conhecer as 3 cachoeiras (R$: 30,00 – sim, caro, mas acredito que devido a alta temporada), ou apenas a São Bento (R$:10,00), que é de acesso bem fácil. Pois bem, VÁ ÀS TRÊS, não deixe de conhecer as Almécegas, especialmente a primeira. Pois ela é bem assim:

 

2) Para conhecer as cachoeiras, comece pela Almécegas 1, pois o acesso é um pouco mais “puxado” do que para as demais. Trilha de 1 km entre subidas e descidas.

 

3) Dica para você levar para o resto da vida: Toda vez que for fazer trilha na Chapada (vale para outros locais de natureza “bruta”) vá de tênis! Gente, isso parece óbvio, mas o que eu vi de pessoas fazendo as trilhas de chinelas, sério, não dá! Tá, cada um faz da vida o que quiser e anda até de pés descalços ali, mas o perigo é constante. O pé não fica protegido, pode escorregar em alguma pedra e se machucar.

 

4) Por favor, obedeça as regras do local! Umas das cenas mais bizarras que vi ali:
Estávamos voltando, eu e o namorado da Almécegas 1, seguindo para a Almécegas 2 quando nos deparamos com a seguinte visão -> um homem carregando uma caixa térmica (Isopor) no ombro, e uma latinha de cerveja na mão. Olha, eu juro pra vocês que me senti ofendida! Primeiro porque há diversas placas proibindo a entrada de bebidas alcoólicas. Segundo porque, (oi?) você está indo enfrentar uma trilha, um local cheio de natureza – e perigos. Não está indo à praia!
Claro que eu sei que este não é o perfil normal de pessoas que frequentam a região. Esse caso deve ter sido exceção e tal. Mas imagina!? e se esse cara toma todas e resolve dar seus pulos do alto? Vai dar uma trabalheira danada para retirar o corpo… Tá, parei! rsrs

 

5) Passe seu protetor solar e divirta-se muito! Tire fotos de todos os ângulos, mergulhe nas águas geladas e deixe seu corpo DESPERTAR completamente! Vá de ressaca e seja curado hahahaha..

Ao final da tarde, após termos conhecido as 3 cachoeiras e sentido um pouco da chuvinha que rolava insistentemente, indo e voltando, paramos em um café que fica ali mesmo, dentro da Fazenda São Bento. O local e pequeno e por ser o último dia do ano, já estava prestes a fechar.

Entramos, perguntamos o preço do café, e a resposta veio assim: Então, se você estiver inspirado e deixar aqui no meu caderninho um poema, o café sai de graça. Se não, custa R$: 3,00.

Ai gente, eu posso com isso?! rsrs.. Um lugar onde você encontra surpresas não só na natureza. A moça foi super fofa e nos instigou a tentar deixar algumas palavras ali. Ela nos contou que sai cada coisa boa, que se encanta muito e faz questão de retribuir com um cafezinho bem quente. Com esses poemas a mesma pretende fazer um livro.

Plantada a sementinha, não poderíamos sair dali sem aquele café… Segue nosso poema: (coisa simples viu, gente?! Eu sei que é meio “minha terra tem palmeiras”, mas foi o que saiu na hora…rs)

poema-almecegas-sao bento-cachoeira-sao-jorge-alto-paraiso-cavalcante

 

Segue algumas fotos da São Bento!

 

Quinta-Feira, Continuação… 2016, “Vem ni mim!!”

Passamos nossa virada de ano no Santo Cerrado, A Risoteria da Chapada. A melhor do MUNDO! Eu não sei descrever esse lugar gente! rsrs. Mas tentei, basta clicar no negrito.

Sobre a virada?! Ah, foi uma delícia! Como era de se esperar. Admiramos o céu estrelado, a boa música, e sentimos todas as melhores vibrações que a região emana!

 

blogs - vem pro cerrado


sudeste asiatico, por onde comecar - tailandia - laos febre amarela - anvisa

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem | Chip 4G

Gif por Marco Martina


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

3 comentários em “São Bento e Almécegas – Chapada dos Veadeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *