25 motivos para viajar para a Tailândia

Bem pessoal, o post de hoje foi criado especialmente devido a repercussão do post  O que não te contaram sobre a Tailândia. Pois sim, há quem tenha pensado que eu peguei pesado ao falar do lado “feio” do país, como se nós mesmos não conhecêssemos a realidade brasileira. Bem, acredite quem quiser (e se quiser), criamos o post anterior no intuito de alertar, pois nem todo viajante é experiente, conhecedor dos mais variados tipos de golpes existentes no mundo todo. Não vou falar mais sobre cada tópico do texto anterior, pois aquela é uma visão particular, baseada no que presenciamos, lemos e no que nossos amigos nos avisaram. Sem mais delongas! Chega de conversinha, vamos ao que interessa. Agora vou listar todos os 25  motivos para viajar para a Tailândia.😉

 

1- A Capital Banguecoque

motivos para viajar para a tailandia - bangkok (2)

O primeiro dos 25  motivos para viajar para a Tailândia, e não tem nem como ser diferente. A megalópole que de cara nos deixou boquiabertos. Já no aeroporto você é surpreendido por uma obra arquitetônica que é uma amostra de toda a grandiosidade do país. E por falar em grandiosidade, prepare-se para saber o verdadeiro significado desta palavra, bem ao pé da letra.

Os prédios da capital são edificações que nós, até então, não sabíamos que eram possíveis em tamanho. Arranha-céus que te fazem ficar incrédulo no que os próprios olhos vêem. Vias expressas que cortam toda a capital, em sentido único na maior parte dos trajetos e te permitem ver todo o arredor, em uma visão quase panorâmica. Nem os populares outdoors escapam do padrão “monstruosidade tailandesa”. Estes são facilmente equivalentes a união de 4 Outdoors do padrão brasileiro.

 

2- Khao San Road

Famosa, movimentada 25 hs por dia.motivos para viajar para a tailandia - khaosan road (2) Acho que o ponto mais badalado da capital Bkk (quiçá, de toda a Tailândia). Aqui você encontra de tudo! E quando eu digo tudo: comida típica tailandesa (Pad Thai em cada esquina), os tão polêmicos insetos no espeto, bebidas no balde, bares que disputam som (um mais estridente que o outro), turistas de todo e qualquer lugar do mundo, roupas, souvenires, Thai Massage 💙, Fish Massage, Ping Pong Show (se você não sabe, veja aqui) , Ladyboys (+16), smoothies…enfim, é uma zona! Uma loucura es-pe-ta-cu-lar! Hahaha… Gente, estar naquele lugar foi estar dentro dos vídeos que eu sempre via. Foi o primeiro ponto “inalcançável” que chegamos. Eu simplesmente amei aquilo tudo. Fomos a esta rua umas 3 vezes, logo, a Khaosan está definitivamente entre os 25  motivos para viajar para a Tailândia. Aqui faço questão de voltar, um dia!

Dica: A Khaosan Road, pelo que entendemos, trata-se de um grande quarteirão. E há uma rua paralela a ela, a Rambuttri Road:

A Rambuttri é um excelente ponto de parada para quem busca um pouco menos de agitação. Talvez fazer um lanche/janta mais sossegado, conseguindo conversar com o(a) companheiro(a)/amigo ou seja lá quem for. Aqui os estabelecimentos chamam atenção pela decoração. Lâmpadas das mais variadas cores dão todo o charme do lugar. Chega a ser aconchegante e romântico. Não chega a ser silencioso, mas também não é caótica quanto a primeira.

motivos para viajar para a tailandia - rambuttri

 

Procure hospedagem perto da Khao San (mas não do lado), a menos que você não se importe em não dormir todas as noites que estiver por ali! rsrs . Uma boa pedida: procure um hotel perto da Rambuttri (para facilitar sua vida, aqui há uma boa indicação de Hostel)

3- Thai Massage

Já que citei a Massagem Tailandesa no tópico acima, nada mais justo do que abordar um ponto alto do país, que claro, não poderia estar de fora dos 25  motivos para viajar para a Tailândia. Diferente do pensado por muitos brasileiros, a massagem tailandesa não tem finalidade erótica – ou pelo menos este não é o foco principal.

“Combinando elementos de yoga, pressão e movimentos vigorosos, esta é uma excelente maneira de se revigorar (…) As massagens podem ser bem vigorosas, a ponto de causar dor momentânea e desconforto em alguns (tudo vai depender do seu grau de tolerância). Se for o caso, basta pedir ao massagista que aplique menos força (eles usam o peso do próprio corpo para torná-la mais ou menos vigorosa). Na massagem tradicional, caso você opte pelo serviço no corpo todo, você estará usando um roupão.” (fonte: Tailândia – A Terra do Sorriso)

Esta massagem foi uma das melhores sensações vividas no país. Você pode fazer em partes específicas do corpo ou nele todo. Vale a pena experimentar sempre que estiver precisando relaxar. A massagem tailandesa é quase que uma obrigação a quem visita o país! Simplesmente maravilhosa!

Valores:

Depende de qual local da Tailândia você está. Na KhaoSan encontramos por 150 bahts, 30 minutos a massagem nos pés. Nas ilhas costuma ser mais caro.

motivos para viajar para a tailandia - thai massage - tai massage

Fish Massage

Se é para experimentar de tudo (ou quase tudo), a massagem de peixes também é uma pedida, digamos, peculiar. Há quem diga que esses peixinhos comem carne morta da nossa pele. É uma experiência diferente, tem hora que você não consegue descer totalmente as pernas, devido as cócegas que eles fazem. Eu gostei, mas acho que esperava mais em relação a sensação final. De qualquer jeito, faz parte dos 25  motivos para viajar para a Tailândia.

 

4- Templos

Grandes símbolos do país. Não tem nem como falar da Tailândia sem mencionar o grau de importância do Budismo e suas vertentes. E para que haja esta religião que é predominante – cerca de 95% da população tailandesa é budista – os templos estão lá, mostrando a força de suas crenças. Algumas fontes afirmam ter mais de 30 mil templos, outras, 40! Seja qual for a fonte correta, todos hão de concordar, é templo pra caramba!

E não bastasse haverem tantos, a arquitetura tailandesa (asiática em geral), dá um show à parte! Detalhes minuciosamente calculados, pinturas, esculturas. Tudo nesses espaços parece ter sido criado para agradar até o mais perfeccionista dos seres. Por esse motivo, eis mais um dos 25  motivos para viajar para a Tailândia.
Aqui vale até o trocadilho: não há cristão que não se encante! 🙏🏽

E falando em Budismo….

 

5- Budismo

O Budismo tailandês ( Budismo Theravada – uma das ramificações da doutrina). “Segue os princípios e ensinamentos originais de Buda, inclusive a língua que Buda, o próprio, falava: Pali. (fonte). Também sofreu fortes influências do Hinduísmo e Animismo (crença que dá vida a objetos inanimados). O texto dessa especialista, Bárbara Santos, é muito esclarecedor e me trouxe algumas respostas pertinentes. Recomendo diversos posts do blog. Pensei até em acrescentar algumas considerações próprias, mas, pensando melhor, sei pouco ou quase nada dessa filosofia milenar, que tal qual a nossa, majoritariamente cristã, é complexa e substancialmente interessante, por isso está aqui entre os 25  motivos para viajar para a Tailândia.

motivos para viajar para a tailandia - budismo

 

6- Tradições e costumes

O tailandês consegue chamar a atenção de nós, ocidentais, até mesmo pelos detalhes mais banais (para eles). Imagina você chegar a uma agência de turismo local, estabelecimento comercial, templo, ou até mesmo um hotel e ter que deixar seus calçados na porta?! Soa estranho né? Mas depois que você entende o significado da prática, começa a fazer todo sentido. Para eles os pés carregam a parte mais suja do corpo, os calçados então! Nós particularmente achamos esse hábito genial. E que delícia poder fazer uma refeição em qualquer restaurante sentindo os pés no chão.

Essa é apenas uma particularidade praticada ali. Há muito mais:

  Não tocar na cabeça de uma criança;
 Não colocar os pés para o alto ou mostrá-los para o Buda (de joelho e costas). Os pés, a parte mais suja;
 Não usar a imagem de Buda como artefato de decoração (é ofensa grave);
 Vestir-se de forma respeitosa dentro dos templos (ombros e joelhos cobertos. Nada de decotes);
 Demonstrações públicas de afeto (pegue leve, eles são super conservadores quanto a isso);
 À família real, só elogios!
E isso não chega a ser imposição. Eles tem verdadeira adoração pelo falecido Rei Bhumibol Adulyadej, e toda a família real. Falar mal deles pode ser bem prejudicial (prisão!).
Sobre a mesa, garfo e colher:
Isso mesmo. No começo achamos bem estranha essa combinação, mas esses são os talheres típicos. Facas você apenas verá em restaurantes voltados pro turista ocidental.

Uffa, tanta coisa né? Costumes que em nada se assemelham aos nossos, mas que devem ser rigorosamente respeitados, e por isso, também estão entre os 25  motivos para viajar para a Tailândia.

E ai, gostou?! Veja mais aqui. Eu realmente gostei das informações dela (deu pra perceber, né?! 😊)

 

7- Ayutthaya

Antiga capital da Tailândia, o reino de Sião. Uma cidade cheia de marcas, histórias, mistérios. Suas ruínas são o retrato de um passado assinalado por lutas e destruição de um verdadeiro império. Para exemplificar melhor a história, convido-os a ler esse relato, dos nossos amigos do Viajando Na Janela.

O que eu tenho para falar aqui é apenas: Um dos pontos mais altos do país inteiro. Nós particularmente amamos passar o dia nesse passeio. Quando voltar à Tailândia faço questão de me hospedar em Ayutthaya. Há um quê de extrema paz que paira sobre essas ruínas. Em meio a um ambiente que um dia, séculos atrás, foi palco de verdadeiro caos e guerra, há o sossego. Esse foi o sentimento que tomou conta da gente.

 Está a aproximadamente 80 km de Bangkok.

 

 

E aí, é ou não um dos 25  motivos para viajar para a Tailândia mais fortes?!

8– Mercados Flutuantes

Há quem não goste de um deles, o mais famoso, justamente por ser ponto de grande atração do turismo de massa. O Damnoen Saduak hoje é ponto de grande reclamação por ser caótico, extremamente lotado (de pessoas, objetos em exposição e até mesmo animais), e ter perdido boa parte das características de um mercado flutuante tradicional. Trata-se de mais um “pega- turista”. Foi nesse que fomos, e realmente o negócio é bagunçado..rs. Ainda assim curtimos, nos divertimos com a quantidade enorme de informação que nossos olhos eram capazes de captar.
O que pouca gente sabe (e eu também não sabia, não procurei me informar), é que há diversos Mercados Flutuantes tradicionais em Bangkok e nos arredores, que o turismo massivo ainda não descobriu.

São eles: Taling Chang Floating Market, Khlong Lat Mayom Floating Market, Amphawa Floating Market, Tha Kha Floating Market ( a maioria dessas indicações eu peguei aqui ).

Então se você quer fugir do vuco vuco e ter contato com um programa tipicamente tailandês, vá à algum dos citados e desfrute de mais um dos 25  motivos para viajar para a Tailândia.

motivos para viajar para a tailandia - mercado flutuante (4)

 Caso você queira realmente correr do Damnoen Saduak não busque agências, combine um valor com motorista de táxi ou Tuk tuk.

Confesso: Quem realmente deu uma pesquisada sobre os passeios foi Fábio. Eu deixei rolar essa parte, pois queria surpresas. Os únicos pontos que saí do Brasil sabendo que teria que conhecer foram: O Mercado de Trem ( mais uma que faz parte dos 25  motivos para viajar para a Tailândia ) , O Buda deitado (Wat Pho), o Big Buda e os templos de Chiang Rai (Branco e Azul). Isso excluindo os pontos de praias.

 Nós não achamos ruim o passeio. Tomamos cerveja tailandesa, compramos lembrancinhas (lembre-se sempre de pechinchar) e vimos várias obras/pinturas interessantes, belíssimas. O único ponto ruim foi o motorista da van que nos levou, um tailandezinho F*did🤬 de ignorante, mas não vem ao caso falar sobre ele agora…rs. Os tailandeses, em sua maioria, são maravilhosos!

9- Compras

Se você busca um local com ótimos preços, para comprar tipo qualquer coisa, Bangkok é o ponto ideal. Eletrônicos, roupas, acessórios, maquiagem, souvenires…TUDO. Não foram poucos os colegas da blogosfera que aproveitaram a oportunidade. Se você quer uma lista de pontos interessantes, convido-o(a) a visitar esse blog .

 

motivos para viajar para a tailandia - compras (4)
Algumas lembrancinhas que trouxemos (obs: a gata é produto nacional, está aí apenas para embelezar a foto 😀 )

 

10- Transporte

Se tem uma coisa que funciona na Tailândia, e muito bem por sinal, são os vários meios de locomoção. Fora os tradicionais táxis e tuk tuks, há metrô, embarcações (que funcionam dentro da capital e fora dela) e, para viagens mais longas, Ferry-boats, trens e cias aéreas Low-cost.
Há também os Songthaews, que são caminhonetes com carroceria fechada, adaptada para receber passageiros. Também podem ser chamadas de “red van”. São muito comuns em Chiang Mai.
Se você quiser se orientar melhor sobre esse assunto, leia este post do 360 Meridianos.  Nestas informações eu confio bastante.

motivos para viajar para a tailandia - transporte
A caminho do Wat Pho (Templo do Buda deitado)

 

11- Praias

O que são aquelas praias?!! Diga-me você, pois eu já não encontro mais adjetivos capazes de definir! Ok, vou tentar: Um mix de tons de cor azul e verde. Águas translúcidas, belezas indescritíveis, farta vida marinha, areia branca… enfim, nada do que eu disser será capaz de precisar a real beleza que rodeia cada ilha.

Praias. Dos 25  motivos para viajar para a Tailândia, essas estão entre as mais fortes.

 Se você não viu ainda nossos posts sobre essas praias, clique aqui e aqui.

 

12- Mergulho

Dentre as infinitas possibilidades, os incontáveis atrativos do país, este é um dos que mais enche os olhos, e sim, não poderia ficar de fora dos 25  motivos para viajar para a Tailândia. Quando fizemos nosso mergulho, não esperávamos tanta beleza. Eram cardumes e mais cardumes a nos rodear. Vida marinha das mais belas.

motivos para viajar para a tailandia - mergulho

 

13-Santuário de Elefantes

Sim, na postagem sobre o lado “feio” do país, eu abordei praticamente de cara a exploração animal. Infelizmente esses paquidermes ainda são muito utilizados em atrativos para entretenimento humano. Isso vem sendo combatido e uma das respostas visíveis são os Santuários. Não visitamos nenhum deles, mas nossos amigos sim, e nos fizeram muita vontade (confesso, bateu o arrependimento! rs..). Saiba como foi essa incrível experiência aqui.

motivos para viajar para a tailandia - elefantes

 

14- Mercados Noturnos

Logo eu, a louca das feiras! Esses Mercados Noturnos são um prato cheio para quem gosta de comprar coisinhas diferenciadas a preços pra lá de convidativos! O melhor de tudo, eles estão por toda parte! Em Chiang Mai há incontáveis!! Ahhhhh!!!

motivos para viajar para a tailandia - mercados noturnos (1)

 

15- 7/11

Simplesmente a salvação para quem não se adaptou a culinária tailandesa e/ou busca economizar de verdade. Uma rede de conveniência que você encontra muita coisa! Do café da manhã a janta; de snacks de algas (arg!) a creme whitening (estes tem aos montes!).

 

16- Natureza

Ok, já falamos das praias, da vida marinha, dos Santuários de Elefantes, logo, está implícita essa característica da natureza, ao menos em partes. Mas há em todo o território peculiaridades que fazem toda a diferença em sua vivência em terras tailandesas. São passarinhos que cantam (e encantam), durante dia e noite. Terras férteis de onde são colhidos frutos dos mais suculentos que já experimentamos (e olha que de fruta doce o brasileiro entende), e toda uma quantidade infindável de espécies.

Obs: Esta foto foi tirada na Monkey Beach, atrativo que não recomendamos (ainda que seja quase inevitável que você passe por ele, se o passeio for fechado com agência local). O motivo: muitos desses animais ficam estressados com a invasão do território que os mesmos vivem, chegando inclusive a morder turistas. 

motivos para viajar para a tailandia - natureza

 

17- O exótico que encanta

Enfeites, estabelecimentos cheios de cores, lâmpadas e abajures coloridos que são um convite ao aconchego. Cores! Os tailandeses gostam, usam e abusam delas. Os caminhões tingidos de todos os tons. Os templos cobertos de dourado e vermelhos “gritantes”. Tailandês não regula criatividade. Não passa despercebido. Curvas que harmonizam-se, Budas grandiosos, Long Tails enfeitados para agradar (ainda que o propósito final não seja este).  Nós ainda não conhecemos um ser que não tenha sido tomado de encantamento por aquilo tudo!

 

18- o Tailandês

Honesto, sorridente, correto, educado. Não poupa Sawadee (olá) e Kob ko krab (obrigada), não cansa de negociar (é o ganha pão dele) e não desiste. Se tem um povo que não se exaure de trabalhar e lutar diariamente, esse povo é o tailandês. Arrisco dizer que esta característica me lembra a de outro povo, que vive em um país de proporções continentais. 💚 💛

motivos para viajar para a tailandia - o tailandes

 

19- Valores

Aqui o próprio real tem valor superior. Onde se faz uma refeição completa gastando entre R$ 8 e R$ 12. Na Tailândia os preços são, definitivamente, atraentes!

Veja você mesmo – na pequena foto do meio: táxi (onde o taxista ligava o taxímetro, o que é bem difícil por lá), uma corrida de 1h e 20 min, 47 km (isso mesmo, quarenta e sete quilômetros), pagamos 444 bahts (+/- R$ 42).

 

20 – Para todos os gostos – basicamente, a junção dos 25  motivos para viajar para a Tailândia:

Thay Massage, templos, paz interior, pontos paradisíacos, fanta verde/vermelha, Smooth, compras, lua de mel, “Parties with no time to stop”, chineses, tailandeses, europeus, bra-si-lei-ros. Mercado de trem/ flutuante/ noturno. Insetos, drink no balde, pôr do sol inacreditável, budismo, monge, bagunça organizada, mochileiros, garfo e colher, frutas suculentas, culinária apimentada, adocicada e azeda mesmo tempo; mão inglesa, sticky rice, tatuagem de bamboo, muay tay, yakult de 2l.

 

21- Gastronomia

Uma relação de amor e ódio. Mas, como aqui estamos falando exclusivamente do lado bom:

 Culinária agridoce: Peixes servidos com molhos docinhos.

 Pad Thay – Sim, houve um dia em que experimentei o tradicional prato tailandês e ele não estava apimentado. ❤

 Mojito – Drink mais famoso e tradicional. Se a bebida em si já é gostosa, experimente o de maracujá!

 Frutas – das mais suculentas possíveis. Aquelas terras são férteis, não há outra explicação.

 

22 – Diferenças

Tire os chinelos e sinta o chão, curve-se levemente em sinal de respeito, delicie-se com um belo mingau de arroz de desejum (congee), ou qualquer outra refeição que mais pareça almoço. Negocie incansavelmente, sem perder a simpatia.

motivos para viajar para a tailandia - diferencas

 

23- Semelhanças

Sorria. Mostre sua curva mais bonita. Sim, tailandeses e brasileiros são muito mais semelhantes do que você imagina.

 

24- Surpresas boas

Por mais que você saia do Brasil com um roteiro todo programado, sabendo de tudo o que vai encontrar, o que vai fazer, é praticamente impossível que você não seja presenteado com algo inesperado (no bom sentido da palavra). Neste país você muitas vezes não imagina que os pores do sol sejam tão sinistros. Que aquelas águas consigam chegar a tons cristalinos daquela natureza (não há câmera capaz de captar tanta beleza, acredite!). Há ainda as surpresas inimagináveis. A maior delas, para nós, foi topar com um café cheio de gatinhos. Onde mais no mundo você encontra um ambiente assim!?

Perdeu esse post? Pois clique aqui e não deixe passar essa oportunidade. 😉

 

25 – Outros

Agora diga você. Nos dê mais razões. O vigésimo quinto motivo é todo seu! Quero ver todos os nossos leitores decididos a estar na Tailândia pelo menos uma vez na vida! Use a abuse do espaço nos comentários… valendo!

motivos para viajar para a tailandia - outros

 

Uffa! O post ficou gigante (e deu um trabalho danado!..rs). Se você gostou dos 25  motivos para viajar para a Tailândia, compartilhe. Quem sabe assim você garante companhia nessa trip. 🙂

 

#VivaLeve


sudeste asiatico, por onde comecar - tailandia - laos febre amarela - anvisa

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem

Gif por Marco Martina


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *