Dicas importantes para sua viagem ao Laos

Passados quase 6 meses que voltamos do Sudeste Asiático, só agora eu consigo parar para passar todas as informações que temos sobre esse pequeno país. Aqui, vou fazer um apanhado de muitas dicas importantes para sua viagem ao Laos.

Criar esse post não é uma tarefa das mais fáceis, pois ao mesmo tempo que preciso relembrar e transmitir todas as sensações de estar naquele pedaço do Sudeste Asiático, ainda sinto uma inquietação, pois tenho, mais do que qualquer coisa, que alertá-los sobre as condições deste tipo de viagem.

O turismo no Laos vem crescendo de forma significativa. O motivo é fácil de entender: o país possui uma face totalmente oposta ao vizinho tailandês. Aqui você consegue “frear”. Sair de uma pegada hiperativa. Se desligar das infinitas informações que a Tailândia oferece. No Laos você consegue sentir o que ele é como um todo. “Aqui, o budismo permeia todas as facetas da vida, a mudança vem lentamente, e as cidades se abaixam cedo (…) Esta terra de montanha, névoas e beleza natural desenfreada tenta com paz e serenidade incomparáveis. Abra seu coração, abra sua mente e deixe a fé genuína e generosa hospitalidade do Laos reabastecer sua alma.” (fonte: Visit Laos)

 

Por que o Laos?

Uma vez, em algum lugar da internet, vi uma lista com os 10 países mais baratos para viajar no mundo. Nela havia Tailândia, Laos, Vietnã,  entre outros. Lembro que o Laos saltou aos meus olhos simplesmente, porque eu não fazia ideia do que encontrar lá. Quando fiquei sabendo que uma das cachoeiras mais bonitas do mundo se localizava na pequena cidade de Luang Prabang, pronto! Ficou registrado. “Um dia” vamos lá verificar….

Dicas importantes para sua viagem ao Laos - moeda - visto - kuang si falls - clima - estradas - internet - sudeste asiatico (6)

 

Por onde começar: Visto para entrada no Laos – Visa On Arrival

Uma forma muito simples de se conseguir o visto logo ao pisar no território. Dentro do próprio avião (ou outro meio de transporte que você esteja usando para atravessar as fronteiras do Laos) você recebe um formulário que deverá ser preenchido. Ao chegar no aeroporto você entrega o formulário, uma foto 3×4, o passaporte e paga a taxa USD 30 (março/2017). Obs: Caso você não tenha a foto, eles fazem um escaneamento da imagem do passaporte, por USD 1.

Dicas importantes para sua viagem ao Laos - moeda - visto - passaporte - kuang si falls - clima - estradas - internet - sudeste asiatico (6)

Passaporte original com validade de pelo menos 6 meses
Visto válido por 30 dias

Quanto tempo ficar nele?

Taí uma pergunta de resposta muito pessoal. Cada um tem uma necessidade diferente. Há os que se sentem logo entediados, há quem goste de poder observar mais, com calma. Nós ficamos 5 dias. Foram um tanto corridos para as 3 cidades que passamos. Gostaria de ter 1 ou 2 dias a mais para relaxar o corpitcho e tentar absorver o clima, sentir como é a rotina Laosiana. Mas ok! Deu para termos uma ideia bacana. Logo, fica a dica para quem preferir passar pelas 3 cidades. Tenha, ao menos, 5 dias.

Dicas importantes para sua viagem ao Laos - moeda - visto - blue lagoon - kuang si falls - clima - estradas - internet - sudeste asiatico (6)
Blue Lagoon

 

 Além das dicas importantes para sua viagem ao Laos, quer saber qual roteiro fizemos? Por onde passamos? Então não perca a próxima publicação. Estamos caprichando!

 

Um país que prende os olhos, te põe atento a tudo a sua volta. Mas, saiba:

O Laos ainda é uma nação pobre. O clima de cidade interiorana é uma constante em praticamente todo seu território, salvo a capital, Vientiane. Portanto, não espere instalações turísticas muito boas. No Laos a pegada é diferente, como disse acima, a hora de frear é aqui. Há festas e locais onde drogas e álcool rolam solto, mas não é uma boa ideia você perder o controle nesse lugar (ou qualquer outro asiático), pois a chance de perrengue é muito alta.

 

Dicas importantes para sua viagem ao Laos – Condições das estradas

Ficamos 5 dias no território laosiano. Dias inesquecíveis, tanto pela extrema diferença local, cultural e das tamanhas belezas naturais, quanto pelo lado ruim. O pior de toda essa trip.

As viagens internas que fizemos entre as três principais cidades foram extremamente cansativas! Não bastasse o cansaço de já termos feito cerca de 70% da viagem pelo Sudeste Asiático, os veículos de transporte que pegamos eram bastantes desconfortáveis. Mini vans lotadas, com o máximo da capacidade de passageiros e seus pertences. Pelas estradas os motoristas dirigiam buzinando sempre e desviando de todo tipo de ser vivo que cruzasse o caminho. Pessoas a pé, bicicletas ou motos; gado, galinha e todo tipo de animal. Mas o pior de tudo era a insegurança nas ultrapassagens.

Por causa da topografia muito montanhosa o Laos possui poucas rotas de transporte seguras e permanentes. Essa inacessibilidade limitou historicamente a capacidade do governo em manter uma presença nas áreas distantes ou fora das capitais de província e limitou o intercâmbio e a comunicação entre vilas e grupos étnicos. (fonte: Wikipédia)

Saiba: Os tailandeses tem o “pé pesado”. Correm muito e estatisticamente, o número de acidentes na Tailândia também é alto. Mas nesse país, pelo menos, há uma infraestrutura boa. As vias geralmente vão por um único sentido, não sendo necessário fazer ultrapassagens mão/Contramão. Já no Laos a estrutura é fraca, mão dupla. Mas nossos motoristas não corriam tanto.

Uma boa ideia seria contratar o serviço de alguma agência confiável. Infelizmente não temos conosco nenhuma indicação. E se você puder fugir dessas mini vans (pegar um ônibus), faça isso.

 

Dicas importantes para sua viagem ao Laos – Para se ver livre de vez dos perrengues:

Só tome água mineral engarrafada;

Evite o consumo de gelo (quando não souber a procedência da água);

Desconfie sempre de alimentos crus, como frutas, legumes/verduras, peixes – especialmente se estiverem expostos (caso opte por consumir frutas, procure higieniza-las corretamente.)

Antes de comprar o alimento, observe a higiene do local e a forma de preparo (confie no seu instinto);

Observe também se a barraca/restaurante é frequentado por outros turistas e locais;

Se você sentir qualquer sintoma estranho após ingerir o alimento (como diarreia, febre etc.), procure um médico imediatamente;

Seguro de viagem sempre! Jamais deixe de fazer;

“O país deita cedo”, logo, programe-se para fazer seu lanche da noite/janta antes das 22 hrs. Aqui não há 7/11.

Repelente: Item importantíssimo da mala. Recomendamos algum que contenha Icaridina, que é um principio ativo promissor derivado da pimenta.

 

Clima

O clima no Laos é semelhante ao que encontramos nas ilhas da costa oeste da Tailândia: Tropical, com clima típico de monção nas épocas de chuva, que vão de maio a outubro. Então, para não haver erro e você ter que ficar trancado no hotel devido as fortes chuvas, escolha conhecer o país entre novembro e abril.

Dicas importantes para sua viagem ao Laos - tubing - nam song - moeda - visto - kuang si falls - clima - estradas - internet - sudeste asiatico (6)
Tubing no rio Nam Song em Vang Vieng

 

Moeda

Taí uma conversão que nos deixou perdidos. A grosso modo, a conversão USDxKip é de 1×8. 1 USD = 8.000 Kip.

 

Onde obter a moeda do Laos

A melhor alternativa é levar dólares norte-americanos para as operações iniciais (por exemplo, pagamento de taxas do visto). Já no pequeno aeroporto do Laos você pode fazer a primeira transação. Agora, se você vem de outro país do Sudeste Asiático (o que via de regra acontece, pois o Laos não tem voo direto), a maioria das casas de câmbio operam com a moeda do Laos.

Agora, se você chega por via terrestre ou marítima, é possível trocar Dólares e Bahts por Kip em praticamente todo o lado no Laos (mercados, mini-mercados e pequenas lojas), enquanto que outras moedas internacionais poderão apenas ser trocadas em bancos e casas de câmbio licenciadas nas grandes cidades.(fonte: Tempo de Viajar)

 

Dicas importantes para sua viagem ao Laos – Internet 

Nosso chip EasySim4U não cobria o Laos. Para estarmos sempre conectados compramos então um chip no próprio aeroporto. Um rapaz em um pequeno quiosque (que na verdade, se limitava a uma mesa) nos ofereceu 1 semana de dados ilimitados por uma média de R$30,00, e acabamos fechando para apenas um dos celulares. Foi ótimo para continuar fazendo os stories no nosso IG pesquisar sobre as feiras, entrar nos aplicativos de conversão de moeda e ter acesso ao Maps. 😛

Pronto, de posse dessas dicas importantes para sua viagem ao Laos, você já pode se programar melhor e ter uma experiência diferenciada. E ainda que a estrutura turística não seja das melhores, o país em si é encantador.

Dicas importantes para sua viagem ao Laos - ronda das almas - moeda - visto - kuang si falls - clima - estradas - internet - sudeste asiatico (6)
Ronda das almas pelas ruas de Luang Prabang

Se você gostou das muitas dicas importantes para sua viagem ao Laos, não deixe de ler nossas outras publicações sobre a Tailândia e Laos:

 Tailândia – Informações importantes para viagem de baixo custo

 Dicas importantes para sua primeira viagem à Tailândia

 Curiosidades e Dicas Básicas – Tailândia e Laos

 Quanto custa viajar para a Tailândia?

 Sudeste Asiático, por onde começar?

 7 dúvidas que todo viajante tem antes de ir à Tailândia

 Como é voar para a Tailândia pela Ethiopian Airlines

 Chiang Rai – Muito além do Templo Branco

 O que fazer em Chiang Rai

 As praias de Koh Tao

 Mergulho em Koh Phi Phi


E calma, vem mais conteúdo quentinho. Aguarde! 😉

#VivaLeve

 


sudeste asiatico, por onde comecar - tailandia - laos febre amarela - anvisa

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem

Gif por Marco Martina


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *