O Que Fazer em João Pessoa: 23 Lugares Para Visitar

Paraíba, onde o sol nasce primeiro. Na capital João Pessoa, algumas das praias urbanas mais bonitas do Brasil. À mesa: carne de sol, charque, bode e muito queijo coalho. Mas se é de um bom camarão que você gosta, chegou ao lugar certo!

Muito mais do que sol e praia, Paraíba é rica em história, cultura e gastronomia. Mas o melhor da Paraíba… tu quer saber o que há de melhor na Paraíba?! Pois pegue todas essas dicas sobre o que fazer em João Pessoa, capital paraibana, que logo vou lhe dizer o que esse estado nordestino tem de melhor. 

 

O Que Fazer em João Pessoa: Praias

 

1 – Praias de João Pessoa e Arredores

Como mencionei logo na introdução desse post, em João Pessoa e proximidades estão praias urbanas consideradas das mais bonitas do Brasil: Praia de Cabo Branco, Tambaú, Praia do Bessa e Manaíra.

Tem ainda belas praias do Litoral Norte de João Pessoa: Praia de Camboinha, Praia do Poço, e a Ilha de Areia Vermelha (que surge apenas na maré baixa).

Mas na minha opinião, as mais belas praias de João Pessoa estão no Litoral Sul: Praia de Ponta do Seixas, Barra do Gramame, Praia do Amor, Praia de Coqueirinho, Tabatinga e Tambaba.

 

2 – Piscinas Naturais do Seixas e Picãozinho

Ambos os passeios são muito procurados por quem gosta de flutuação em águas mornas para ver a vida marinha. Esses passeios só são possíveis na maré baixa, sendo ideais para famílias com crianças.

Vale a pena pesquisar uma empresa que possua catamarã com toboágua e guias que contem um pouco da história local, fazendo recomendações para uma visita responsável, que não cause prejuízo à natureza. Nós fizemos o passeio às Piscinas Naturais do Seixas com a @passeios.extremoriente e aprovamos. 

As embarcações que levam a ambos os passeios saem da praia de Tambaú. O custo médio do Catamarã, por pessoa, é de R$ 35 (* nov/22). 

 

Você sabia?

A Praia do Seixas é o ponto mais oriental do Brasil, o extremo oriente das Américas, mais a leste, ou ainda, o ponto brasileiro mais próximo ao continente africano. 

 

O Que Fazer Em João Pessoa: Pontos Turísticos 

Abaixo algumas sugestões de locais imperdíveis na sua visita a João Pessoa.

 

3 – Farol do Cabo Branco

Importante cartão postal da capital paraibana. Simboliza o ponto mais oriental das Américas, representado pela planta de sisal, de acordo com seus projetistas. A planta – sisal – fez parte de um dos ciclos econômicos mais lucrativos do estado. 

Farol do Cabo Branco

 

4 – Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes 

Também conhecida como Estação Ciência, foi projetada por Oscar Niemeyer. O espaço tem uma proposta cultural que mistura arte, ciência e tecnologia. O Centro Cultural fica bem próximo ao Farol do Cabo Branco.

 

5 – City Tour pelos Principais Pontos Históricos

Passeio pelos principais pontos turísticos de João Pessoa, com parada nos dois pontos mencionados anteriormente (Farol do Cabo Branco e Estação Cabo Branco), seguindo até o Centro Histórico da cidade.  O passeio passa ainda pelo Parque Sólon de Lucena, Praça Antenor Navarro, Hotel Globo, Praça dos Três Poderes, Basílica N. Sra. das Neves, Mosteiro de São Bento e Igreja de N. Sra. do Carmo.

Maiores informações através da empresa Luck Receptivo.

 

6 – Parque Ecológico Bosque dos Sonhos 

Localizado ao lado do Farol do Cabo Branco, trata-se de um espaço arborizado, bem amplo, com atividades voltadas principalmente para famílias com crianças. O parque conta com figuras de diversos animais em tamanho real (ou quase isso rs) e grandes nomes da cultura nordestina. Tem ainda lanchonete, restaurante, feira de artesanato, música ao vivo e parque infantil

 

7 – Fotos no Letreiro João Pessoa

Localizado ao lado do Busto do Marquês de Tamandaré, entre as praias de Tambaú e Cabo Branco, o letreiro foi reformulado e reinstalado como presente pelos 436 anos da cidade, sendo um dos pontos mais visitados

joao-pessoa-jampa-o-que-fazer-turismo-paraiba-praia-cabo-branco-tambau-tambaba-piscinas-naturais-seixas-booking-onde-ficar-naturismo-jacare-pb

 

É lindo, fica bem em qualquer foto, mas ficou incrível através das lentes da Joceli @afotografa_maravilhosa, que oferece seu trabalho com fotografia com câmera e drone a um preço super acessível.

 

8 – Pôr do Sol na Praia do Jacaré 

Anota aí uma dica importantíssima se você procura o que fazer em João Pessoa: assistir ao pôr do sol ouvindo o famoso Jurandir do Sax tocando

Bolero de Ravel, na Praia do Jacaré. São mais de 20 anos que Jurandir é a principal atração turística de Cabedelo.

 

Dica: Como em João Pessoa o astro rei nasce mais cedo do que qualquer outro estado brasileiro, ele também se põe bem cedo, as 17h. Logo, chegue até as 16h em Cabedelo para garantir seu lugar VIP na mureta ou qualquer barzinho em frente a praia do Jacaré. 

 

9 – Sky Bar

O segundo bar mais alto do Brasil – o primeiro com vista para o mar. Está localizado no 44º andar de um edifício. A subida pelo elevador leva mais de 1 minuto.

O Sky Bar é bem badalado, “hypado”, com fila de espera mesmo durante a semana, então vale a pena chegar cedo

Os drinks são bonitos e criativos. Os preços, elevados – como outros bares com proposta semelhante, mas a vista, olha, um privilégio que só a Paraíba tem. 

 

10 – Aluguel de Bike na orla de João Pessoa

Caminhando pelas orlas de Cabo Branco ou Tambaú a gente encontra com facilidade bikes e triciclos oferecidos para aluguel. Uma excelente maneira de explorar a orla de João Pessoa sentindo vento no rosto e fazendo um exercício leve, pois a ciclovia é plana e está em excelentes condições de transitar. 

 

11 – Mercado de Artesanato Paraibano

Variedade de artesanato regional e bom preço. Esse mercado é um dos mais procurados por quem busca levar um pedacinho de João Pessoa consigo. Nele você encontra redes, cachaças, rendas, roupas, chapéu de cangaceiro, cabaças e todo tipo de souvenires criativos. 

 

12 – Mirante Dedo de Deus e Mirante das Tartarugas

As mais belas paisagens de João Pessoa, para mim, estão exatamente nesses dois mirantes. De tirar o fôlego, estão localizados no mesmo raio. Ambos os mirantes e outros pontos tão paradisíacos quanto, você conhece ao visitar as praias do Litoral Sul. Esse passeio, nós fizemos de buggy com o Edson da @passear_turismo e aproveitamos o dia inteiro

Mirante Dedo de Deus. Litoral Sul
Mirante Dedo de Deus, Litoral Sul

 

13 – Shopping Rural Tambaba

O Shopping Rural é um espaço aberto, ao ar livre, decorado de forma rústica, colorida, liiiindo de viver! Conta com lojinhas de artesanato e produtos provenientes de agricultura familiar.  

Tudo muito simples, que agrada aos olhos de todo visitante. 

Dica: a melhor forma de conhecer o Shopping Rural é através do passeio que leva às praias do Litoral Sul de João Pessoa. Os tópicos 12 ao 16 dessa publicação foram feitos no mesmo dia.  

 

14 – Fotos Lindas em Local Instagramável

Continuando o passeio pelas praias do Litoral Sul, no chamado Coqueiral do Índio, em Conde, o bugueiro pode te levar até o Sítio do Paulo,  também conhecido como Drone Humano Paraíba. Descendente direto dos povos indígenas e artesão de seu povoado, montou uma estrutura (tão fofa quanto o Shopping Rural), própria para fazer registros dignos de porta retrato.

 

15 – Degustação de Licores e Cachaças

Ainda ao fazer o passeio para as Praias do Litoral Sul da Paraíba, o bugueiro passa pelo Mirante Castelo da Princesa, local bacana para fotos, mas o melhor é o quiosque ao lado, que oferece variedade de licores e cachaças para degustação. 

Na verdade, a melhor parte é a apresentação feita pela mulher indígena – que não me recordo o nome, sorry. Divertidíssima, ela apresenta as cachaças Fog* no Rabo, [email protected] [email protected], cipó levanta, temperada do índio, x*x*ta da índia e o [email protected] do índio.

 

16 – Fazer Nudismo na Praia de Tambaba

Distante cerca de 30km da capital João Pessoa, essa foi a primeira praia brasileira a permitir o naturismo por lei municipal. Acredito que Tambaba seja a mais famosa praia de nudismo/naturismo do Brasil.

Mas calma, você não precisa ficar nela como veio ao mundo – se não quiser. A Praia de Tambaba é separada por uma escadaria, onde o visitante chega pelo lado “normal”, de pessoas vestidas. Agora atravessando para o outro lado, tem que tirar a roupa.

Supondo que você faça esse passeio de buggy – o que eu recomendo fortemente – vai passar por lugares românticos como a Pedra Furada na Praia do Amor, ficará encantado/a com os Mirantes Dedo de Deus e das Tartarugas, vai degustar cachaças e licores com propriedades medicinais – e afrodisíacas.. Aí pronto, chegou a hora de tirar a roupa! rsrs  (brincadeira viu gente? Em Tambaba existem regras e fiscalização).

 

 

Minhas considerações sobre estar nua em meio a outros peladões: Eu sempre tive essa curiosidade. De verdade eu só esperava a oportunidade chegar e ela veio.

É engraçado pensar em como nossas roupas e parafernálias realmente nos protegem das barreiras que são, em grande maioria, coisa da própria cabeça. Não vou falar que sou uma completa sem vergonha e só tirei a roupa. Tive que tomar uma dose de coragem (pitú), mas quem me fez agir logo foi Fábio, pois o “tímido que quase não fala” tirou a sunga rapidinho – vocês não sabem o que é conviver com geminiano, ele só não fala muito com quem não conhece bem.

 

Observação: nas primeiras duas fotos a gente ainda estava vestido. O lado naturista é o outro, separado por um tapume.

 

Agora diz aí, tem coragem?!! Já foi? Ficou em qual lado da escadaria?

 

O Que Fazer Em João Pessoa: Onde Comer

Os melhores restaurantes e espaços ao ar livre para saborear uma gostosa refeição em Jampa.

 

17 – Parque Cabo Branco

Uma descoberta dessas que a gente fica feliz demais quando acontece. O Parque Cabo Branco é na verdade um espaço gastronômico com as mais variadas opções de culinária regional, nacional e internacional. São diversos quiosques/ food trucks de comidas e bebidas além de música ao vivo. 

 

18 – Empadinhas Barnabé

Empada recheada por R$ 5,50* (nov/22), em João Pessoa, tem. Empada com carne de charque, queijo do reino, camarão, bacalhau… (salivei). Além de ser bem gostosa, a lanchonete fica em frente a Orla de Cabo Branco.

 

19 – Drinks e Boa Música no Giramundo

Encontramos dois quiosques Giramundo na orla entre Tambaú e Cabo Branco, localizados um bem próximo ao outro. Local de boa comida, drinks interessantes e música excelente. No dia em que fomos tocava clássicos internacionais e pop rock nacional. O cantor da noite era natural de Brasília. <3

 

20 – Beber Cerveja e Degustar Camarão Empanado em Quiosque “Risca-Faca”

Aquele quiosque beira-mar que toca de tudo, de sertanejo sofrência a Amado Batista. Cerveja gelada, camarão frito bem oleoso, nativos tendo um cair de noite sossegado e você ali, querendo fazer parte daquilo tudo.

Restaurantes bons, chiques e caros Brasília tem um bocado. Uma experiência assim é muito mais parecida com a que temos na capital, nos bares das entrequadras. 

 

O Que Fazer Em João Pessoa: Hospedagem

 

21 – Hospedagem Beira Mar

A gente vai ao quiosque simples mas se hospeda em frente a praia porque não é todo dia que podemos nos dar esse luxo – Afinal, o mar mais próximo está distante mais de mil km da capital.

Se você é como nós e valoriza a sensação de maresia no rosto, dá uma olhada nessas opções de hospedagem em João Pessoa. Só as melhores localizações:

Temos o Kastel Jampa como excelente opção beira mar, o Xilo Design Hotel com ótimo café da manhã, O Oceana Atlântico Hotel que conta com estrutura completa (restaurante, piscina ao ar livre, academia), o Gold Flat Manaíra 1705, um apartamento inteiro com vista privilegiada e o Studio 102 Manaíra como opção econômica com qualidade, conforto e ótima localização.

 

*Fotos divulgação booking.com

 

O Que Fazer Em João Pessoa: Bate e Volta para o interior

João Pessoa tem muito atrativo a ser visitado, mas se você é como eu que tem uma inquietação fora do normal – ou apenas quer conhecer algo diferente do encontrado na capital paraibana – segura essa dica:

 

22 – Parque Estadual Pedra da Boca

Pertencente ao município de Araruna, na divisa entre Paraíba e Rio Grande do Norte, o Parque Estadual Pedra da Boca é uma reserva de 160 hectares incrustada entre duas serras. O parque ganhou esse nome devido a formação rochosa de 336 metros de altura com uma fenda em sua parte superior que lembra uma boca aberta.

Por se tratar de uma região de transição, o Parque conserva espécies típicas de região de agreste e caatinga, como o Xique-xique, o olho de boi, o agave (sisal) entre outros exemplares.

Parque Estadual Pedra da Boca

 

O parque atrai todos os anos uma quantidade considerável de pessoas interessadas em ecoturismo. Aqui é possível fazer rapel, escalada, tirolesa, trilhas e o que nos fez deslocar mais de 140 km, o Pêndulo Humano.

 

 

Eu quero muito criar uma publicação específica sobre esse parque com informações detalhadas, mas como não estou boa em cumprir promessas – tenho tantas outras prioridades – deixo aqui contato do nosso guia, Antônio: (84) 98797-2619, o Instagram @pedra_da_boca_turismo ou aqui mesmo nos comentários, eu posso tirar as dúvidas.

 

23 – Agora, o melhor de João Pessoa – e da Paraíba inteira. Lembra que te falei que deixaria para o final o que há de melhor na Paraíba? Pois bem:

 

O Que Fazer Em João Pessoa: O melhor da Paraíba

 

Tu quer saber o que tem de melhor na Paraíba?
Pois sente aí que eu vou lhe dizer!
O melhor da Paraíba poderia estar nas Praias;
Água quenTÍnha, mirantes de cair o queixo. Mulher, é bonito demais!

O melhor da Paraíba poderia estar na localização geográfica :
Aqui amanhece é cedo, visse?! O sol nasce primeiro para o paraibano do que para qualquer outro brasileiro no país. E tu quer coisa melhor que o sol pra deixar nosso espírito feliz?! Pois é!
O melhor da Paraíba poderia estar na gastronomia ;
É pescada, camarão, frutos do mar, carne de charque, queijo coalho. Cuscuz?!! Tem ‘pé’ dele pra todo lado. Vc pode ir a qualquer lugar, da bodega ao restaurante granfino, que vai ter um prato de cuscuz pra-pro-vá.

O melhor da Paraíba poderia estar na música :
Elba Ramalho, Chico César, Herbert Vianna, Zé Ramalho … Óia que são grandes os talentos originados nessa terra.
O melhor da Paraíba pode estar no interior. Tu imagina o quanto é difícil sobreviver às condições adversas do semiarido, do sertão??
Oxe, num é fácil não. Mas enquanto há chuva, a esperança se faz presente.

Agora vou lhe dizer o que há de melhor na Paraíba de verdade :
O melhor da Paraíba é o paraibano! (e a paraibana também, que fique claro).
Tu pensa num povo que te ajuda, te orienta, gosta de agradar.
Cumpre o que combina, sorri às gargalhadas, e mesmo o mais tímido/calado, lhe auxilia naquilo que é solicitado.
O melhor da Paraíba é o paraibano. Não é a toa que a ganhadora de reality show que conseguiu 90% de aprovação é de lá.

E se vc não concorda comigo
é porque nunca esteve em Paraíba.
Não sabe o que tá perdendo.
Oxente, vá se danar!

Paraíba, até logo.


O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *