O que fazer em Pirenópolis em um final de semana

Pirenópolis, para os mais íntimos, Piri, é um município histórico, dos primeiros do estado de Goiás. Suas ruas calçadas em pedras, casarões antigos, coloridos e bem preservados; e o comércio que mantém as mesmas características da arquitetura colonial fazem desse lugar uma pequena cidade apaixonante. Tanto, que o turismo regional vem crescendo a cada dia e, por conta dele, vamos contar para vocês o que fazer em Pirenópolis.

.

Nessa lista de o que fazer em Pirenópolis, vamos focar no final de semana, que é quando a cidade recebe o maior número de visitantes (perdendo apenas para os feriados). Assim, você poderá ajustá-la para outras datas de seu interesse.

Como Chegar: Para Quem Vem de Brasília

Há dois caminhos. O mais curto passa pela BR-070. Ao chegar em Cocalzinho, deve-se pegar a BR-414 e por último a GO-225. Placas indicam o caminho, mas o melhor é você usar o Waze. 

 Este é o caminho mais bonito. Por aqui tem-se a bela vista da Cachoeira Do Salto Corumbá.

o que fazer em Pirenópolis - Salto Corumbá

 

A segunda rota é 10 km mais distante, mas algumas pessoas a consideram mais segura, pois a BR-060, até a cidade de Abadiânia é duplicada. Ao chegar na cidade, placas indicam o momento de pegar a GO-338.

Há mais uma vantagem em se atravessar esta rota: no caminho há o Outlet Premium (para quem procura umas comprinhas) e o Jerivá, para forrar o estômago.

 

Dicas

 O aeroporto mais próximo de Pirenópolis é o de Brasília;

Supondo que você chegue à cidade numa sexta-feira a tarde, a próxima dica de o que fazer em Pirenópolis é: logo no portal, pare e faça seus registros. Há espaço para estacionar o veículo na parte de traz do mesmo. 🙂

o que fazer em pirenopolis - goias

 

É chegado o momento de de-sa-ce-le-rar. Desça pela entrada principal da cidade sentindo o clima interiorano. Sinta, mesmo que de dentro do veículo, o chão de pedras. Instale-se na pousada e saia para passear.

 Provavelmente existe na cidade algum Centro de atendimento ao turista. Ao que parece, se localiza no Portal.  Como nunca buscamos um, fazemos tudo a pé, não temos a certeza. Informe-se sobre algum ponto desses e procure por um mapa da cidade. Ajuda bastante quem vem a primeira vez.

 

Hospedagem

Procure uma pousada bem localizada. Próxima a Rua Do Lazer, assim você pode explorar a cidade toda a pé. Ainda que haja ali muitas ladeiras, se locomover nela é fácil e prazeroso.

Nós já estivemos em Piri incontáveis vezes (dá até vergonha o fato de só agora sair o primeiro post 😅).

 

Em pirenópolis já alugamos até casa para passar carnaval. Mas essa opção a gente passa em um próxima publicação

 

Pousadas que já ficamos e recomendamos: Pousada Carvalho, Pousada Fênix, Pousada dos Sonhos, Rancho do Ralf.




Gastronomia

A pequena cidade também é um famoso e atraente polo gastronômico. O menu arroz com pequi, empadão goiano, as pamonhas e os doces são os carros chefe. Parte da cultura. Mas não é só, o município sofre forte influência das culinárias minera e internacional.

 

 

O que fazer em Pirenópolis durante a noite

Feira das Artes: Localizada na Praça do Coreto (chega-se nela pela Rua do Lazer), essa feirinha existe na cidade desde que me entendo por gente. Lembro que ganhei uma roupa hippie de lá quando eu estava com 16 anos (há mais de 15 anos #medo). Aqui há diversas peças de jóias (desde de semi joias a prata), doces, salgados, artesanato local diverso. Ali eu (a louca das feiras), já comprei boina, licor, bijuteria e lembrancinhas em geral para presentear.

Rua do Lazer:  Famosa, charmosa e atraente. Uma excelente pedida para uma noite romântica. Onde as mesas são disponibilizadas na rua e a música ao vivo atrai diversos casais apaixonados. Encontrar uma opção de bom custo/benefício não é uma tarefa fácil. Uma opção gostosa é a Pizza Quadrada. Ela realmente é quadrada. 😂

o que fazer em pirenopolis - goias - rua do lazer

 

Feira de Quintal: Fica na rua das lojinhas, paralela a Rua do Lazer. A melhor descoberta dos últimos anos sobre o que fazer em Pirenópolis, durante a noite. Descobrimos por acaso (atraídos pela banda maravilhosa, On the Rocks), esse lugar. Tem nome de feira porque durante o dia e parte da noite, funciona uma feirinha, de preços salgados, na lateral esquerda do espaço.

 

Por conta dos aniversários da sogra e do boy magia, há 3 ou 4 anos passamos o mês de maio em Piri (fora outras vezes que fomos) e toda vez batemos ponto na Feira de Quintal. A bandinha quase sempre é excelente.

 Dica: Todos os 3 espaços citados ficam bem próximos. Dá para passar pelos 3 e escolher a feira de quintal o melhor.

Sábado é dia de perambular/ bater perna/ passear por tudo aquilo. Este é um programa que eu super curto. Hoje posso dizer que já conheço tudo.

 

 

Passeios

 

Cavalhadas

Uma das maiores atrações turístico-cultural de Pirenópolis, é realizada logo após a Festa do Divino Espírito Santo. A atração consiste em apresentações de dois exércitos contendo doze cavaleiros cada, durante 3 dias. Veja no portal oficial da cidade!

Cachoeiras

Tem também, e muita. Ô se tem! Tai uma coisa que exploramos pouco até agora. Quando eu era menina tomava banho na cachoeira que passa pela cidade, hoje não arrisco fazer isso. Não acredito que aquela água esteja apropriada para mergulhos.

Em nossa primeira viagem juntos, em junho de 2011, conhecemos a Cachoeira do Rosário. Uma das melhores opções até hoje, pois além de o local se belo do início ao fim, o serviço de atendimento e refeição estão sempre bem avaliados.

 

Se você vai visitar a cidade durante os finais de semana, feriados ou temporadas de férias, reserve a hospedagem com antecedência.

 A cidade é muito procurada por habitantes de Brasília e Goiânia, devido a proximidade de ambas. Logo, se a cidade estiver demasiadamente cheia (e barulhenta), trabalhe seu poder de abstração. 😳 😂

 

Curiosidades

Pirenópolis foi batizada inicialmente como Minas de Nossa Senhora do Rosário Meia Ponte (estranho né?). Herdou esse nome devido suas minas de ouro. Posteriormente (em 1890)  recebeu o nome que tem hoje. Ele surgiu em referência a Serra que abraça o município, a Serra dos Pireneus.

É patrimônio histórico, tombada pelo IPHAN.

Sua principal igreja, a Nossa Senhora do Rosário, foi totalmente consumida por um incêndio em setembro de 2002, sendo novamente reerguida e reaberta em 2006.

Terra dos cantores Zezé de Camargo e Luciano. (dessa você não sabia, né?)

 

Doces, lembranças e artesanatos

Prepare-se para querer levar tudo! Aqui cada detalhe agrada aos olhos. Piri é completamente encantadora. Venha! Permita-se ser tomado pelo espírito goiano. Simples, mas cuidadosamente pensado em conquistar.

#VivaLeve


sudeste asiatico, por onde comecar - tailandia - laos febre amarela - anvisa

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem

Gif por Marco Martina


Mônica Rodrigues

Leonina, brasiliense de alma e coração, graduada em Administração em Comércio Exterior e apaixonada por tudo o que envolve o ramo (apesar de não atuar nele). Tem verdadeiro fascínio pelo desconhecido. Acredita que pessoas se tornam melhores ao se depararem com o externo/ diferente, o que foge da “bolha”. Se sente em paz ao viajar e carrega consigo seu namô e sua família pra onde quer que vá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *