Vila Bela da Santíssima Trindade – Conheça Essa Potência Turística de Mato Grosso

Vila Bela da Santíssima Trindade foi a primeira capital do Estado do Mato Grosso, na época, 1752, Capitania de Mato Grosso. A cidade é um misto de charme e aventura, fundada às margens do Rio Guaporé e ao lado do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, lugar abençoado por rios de águas cristalinas e maravilhosas formações rochosas, que resultam em cachoeiras e cânions deslumbrantes.

Ainda hoje, a cidade mantém as ruínas de uma Catedral Barroca, construída em 1769, com Pedra Canga e Adobe. Assim, temos uma cidadezinha de interior, onde podemos passear pelas margens de um dos maiores rios do Brasil, fazer trilhas e visitar ruínas históricas. E ainda, se você for em Julho, poderá participar da tradicional festa da região, a Festança“.

*Créditos foto de capa: Luana Guia.

 

Como Chegar à Vila Bela da Santíssima Trindade

De carro

vila-bela-da-santissima-trindade-mato-grosso-o-que-fazer-cuiaba-mt-pousada-turismo-cachoeira-dos-namorados-canion-parque-estadual-serra-ricardo-franco-historia-mapa-como-chegar-jatoba-trilha- ( (10)
Créditos da Imagem: Jaqueline Gomes

A opção mais vantajosa. A cidade está localizada a 520 quilômetros de Cuiabá. Pela BR-364, siga até a cidade de Pontes e Lacerda. E então, após 77 quilômetros de estrada asfaltada, você estará em Vila Bela da Santíssima Trindade.

  • Porto Velho (RO) está a 1089 km de Vila Bela da Santíssima Trindade.
  • Pretende alugar um veículo? Aqui você pode fazer sua reserva online e parcelar no cartão de crédito em até 12 vezes.

 

De ônibus

Em Pontes e Lacerda é possível pegar um ônibus da Viação Gênesis, que sai apenas no horário das 15:30hs pelo valor de R$18,30. Já o horário da volta, é as 08h pelo preço de R$14,63.

  • Não há ônibus direto partindo de Cuiabá até Vila Bela da Santíssima Trindade, sendo necessária duas conduções.

 

De táxi

O deslocamento de táxi custa entre R$150,00 a R$200,00. O valor é mais alto, porém, mais cômodo e rápido.

 

Hospedagem em Vila Bela da Santíssima Trindade

A cidade não conta com muitas opções de hospedagem. Me acomodei no Hostel A Casa Azul, mas conheci tanto o Balneário Tucano, que conta com quartos e área de camping, quanto a casa do Rodrigo no Sítio 7 Kedas, a qual ele aluga para grupos. Rodrigo também é guia, o que pode facilitar o planejamento dos passeios.

 

Observação: o Balneário Tucano e o Sítio 7 Kedas ficam fora da cidade, na estrada que dá acesso aos passeios.

 

O Hostel A Casa Azul

Gente, o hostel é um charme e bem pitoresco. Um casarão histórico do século XVIII preservado pelos proprietários, o casal Rayane e Atílio, que são uns amores, muito simpáticos e solícitos, com ótimo papo e excelente playlist. Pra completar o pacote, a Ray é uma excelente guia.

A hospedagem conta com estrutura simples, porém tudo muito organizado, limpo e aconchegante.

O hostel tem 1 quarto compartilhado, com 6 camas, e 2 quartos de casal. Além disso, há um bar (onde o próprio Atílio prepara os drinks), uma área comum que é um charme e cozinha compartilhada.

O valor é R$ 80,00 por pessoa, com café da manhã incluso. Nenhum dos quartos tem banheiros, já que todos são externos e compartilhados.

 

Observação: A hospedagem está em funcionamento desde julho de 2019 e está em constante melhoria. Em breve haverá mais um quarto para casal e talvez uma área de camping. O casal mesmo cuida de tudo, o café é bastante simples, porém bom.

 

Melhor Época para visitar Vila Bela da Santíssima Trindade

Quanto a melhor época para ser visitado, dependerá do que você quer encontrar. Durante o período de seca, o nível de água diminui significativamente, fazendo com que alguns dos atrativos sequem, como o Cânion do Jatobá.

Porém, nesse período, é possível fazer uma trilha por dentro dos paredões do Cânion chegando até o pé da cachoeira do Jatobá. IMAGINE QUE LOUCURA DEVE SER!!

Mas se você quer bons mergulhos, vá no período de chuvas. Preferencialmente de dezembro a março.

  • Dica: Um viajante raiz, que já esteve em Vila Bela da Santíssima Trindade duas vezes, recomendou o mês de maio, pois seria fim das chuvas e com cachoeiras em bom volume d’água. Confira aqui, no comentário fixado do Wagner Vilella.

Passeios em Vila Bela da Santíssima Trindade

Atualmente o Parque Estadual Serra de Ricardo Franco conta com 6 passeios abertos, são eles: Cachoeira do Capivari, Cachoeira do Jatobá, Cânion do Jatobá, Cascata dos Namorados e Cascatinha, Trilha da Poaia e Trilha das 7 cachoeiras.

 

Minha Experiência

Cachoeira do Capivari

É o passeio mais distante da cidade. São 60 quilômetros de estrada de chão, porém o carro chega bem pertinho da cachoeira.

E o meu primeiro sentimento foi: “caramba, uma queda um tanto discreta, mas que corre com uma força e tem um imenso poço que se forma bem ao lado de um paredão esculpido“. Gente, a vontade é de se jogar lá, afundar e ser uma só com aquela maravilha!

Valores: R$ 50,00 do guia + R$ 10,00 da entrada.

vila-bela-da-santissima-trindade-mato-grosso-o-que-fazer-cuiaba-mt-pousada-turismo-cachoeira-dos-namorados-canion-parque-estadual-serra-ricardo-franco-historia-mapa-como-chegar-jatoba-trilha- ( (10)
Créditos da Imagem: Luana Guia

 

Cascata dos Namorados e Cascatinha

Ela é realmente tudo o que se vê nas fotos! Bela, belíssima, apaixonanteFica a 17 quilômetros do centro da cidade. São 80 metros de queda bem no meio de, advinha, outro paredão esculpido. A região toda é formada por esses paredões que conferem, de maneira PECULIAR, boa parte do seu charme e beleza!

 

Para mim a trilha mais gostosa, são 2 quilômetros por mata preservada, com rios correndo em volta, daquelas para se fazer com calma, conectando-se e aproveitando cada passo.

Valores: R$ 50,00 do guia e entrada grátis.

Observação: A entrada da cachoeira é onde deveria estar o posto de controle do parque, que no momento está desativado. Consequentemente, o atrativo fica lotado, principalmente perto da entrada, porque o rio que corre ao lado é bom para banho. Portanto, as pessoas entram com carro, colocam som alto, fazem churrasco, bebidas. Enfim, a clássica farofa. Ainda assim, eu JAMAIS deixaria de fazer este passeio, até porque, lá nas cachoeiras tem menos gente.

 

Cânion do Jatobá

Eu não consigo pensar em Cânions sem me vir a cabeça paisagens de tirar o fôlego, então este não seria diferente. Ele não é tão grande como outros, mas é de uma beleza surpreendente. Suas águas são esverdeadas ou azuladas, dependendo da incidência do sol. Acredite, eu fui duas vezes, uma com e outra sem sol; ambas as vezes foram simplesmente maravilhosas.

 

O Cânion do Jatobá fica a 21 km do centro da cidade. Com percurso de 5 km de trilha, ida e volta, considerada de nível fácil, com alguns pontos de dificuldade, por ter muitas pedras e ser preciso atravessar o rio algumas vezes.

Antes de chegar ao Cânion você encontra o Poço Azul, ponto de parada para banho que pode ser na ida, na volta ou nos dois rsrs (eu sou uma patinha, não posso ver água que quero entrar), dependerá do grupo e do guia. O poço é pequeno, mas delicioso para banho e tem uma pequena corredeira que rende ótimas fotos.

 

Cachoeira do Jatobá

vila-bela-da-santissima-trindade-mato-grosso-o-que-fazer-cuiaba-mt-pousada-turismo-cachoeira-dos-namorados-canion-parque-estadual-serra-ricardo-franco-historia-mapa-como-chegar-jatoba-trilha- ( (20)

Ela é a 4° maior Cachoeira do Brasil e a maior do Estado do Mato Grosso. É fantástica!

Queridos, para todo grande espetáculo há um preço a se pagar hehehe. A trilha é considerada de nível médio, são 11 km de ida e volta, mas tem um trechinho de uns 500 metros que é de tirar o fôlego por ser bastante íngreme. Porém, não se assuste, alguns fazem brincando, vai depender do preparo de cada um!

Nesta trilha é possível a observação dos biomas Amazônico e Cerrado de forma bem marcante. Uma paisagem repleta de vales. Antes do destino final, temos a parada para o Mirante de frente à Cachoeira dos Macacos, andamos mais um pouco e VOILÁÁÁ nos deparamos com 250 metros de queda d’água.

É mais um daqueles lugares que me fazem querer ficar ali para sempre, que me traz a memória a canção da Ana Carolina e do Seu Jorge: “Eu não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não sei paraaaar de olhaaaaar”

Dica: Caso você não vá de carro próprio é possível conversar com os guias para que eles lhe encaixem nos passeios, descolando uma carona. Você pode ainda fechar com um taxista para que ele te leve e busque (o valor gira em torno de 50 a 70 reais por viagem). Conheci pessoas lá que fizeram a trip dessa forma e conseguiram aproveitar muito bem.

 

Quantos Dias Ficar em Vila Bela da Santíssima Trindade

Aqui vai uma observação importante, Quantos Dias Ficar em Vila Bela da Santíssima Trindade? Bem, vai depender de quantos passeios você pretende fazer. O recomendado é que seja um dia para cada passeio, assim você poderá aproveitá-los ao máximo. Em nosso caso, fizemos no dia da chegada a Cachoeira do Capivari, a tarde. Outro dia, o Cânion do Jatobá pela manhã e Cachoeira dos Namorados/Cascatinha a tarde, mas gostaria de ter aproveitado mais.

A cidade tem uma orla com prainha na beira do Rio Guaporé, ali você pode tomar banho ou ir no fim da tarde para ver o pôr do sol, que poderá ser feito no final do dia depois de um dos passeios. Reserve um tempinho para ir às Ruínas da Catedral.

 

Guias Para Vila Bela da Santíssima Trindade

Luana (65) 98418-1518 @luanaguiavilabela  

Ray (65) 981573149 |  @ray.pelo.mundo  

 

Bom, como eu disse, fiz meus passeios com a Rayane, porém no primeiro dia ela deixou a Luana nos guiar e gente, ambas são incríveis, compromissadas, apaixonadas pelo que fazem. Tiram ainda belíssimas fotos. Inclusive, algumas dessas foram feitas e cedidas pela Luana .


Perguntas e Respostas

Eu, Mônica, fiz algumas perguntas à Jaque sobre Vila Bela da Santíssima Trindade, para sanar dúvidas, segue:

  1.  Como é a estrutura de hotéis, pousadas, campings em Vila Bela da Santíssima Trindade? Eu entendi que a cidade é simples, certo? Tipo São Jorge?
    Parecida com São Jorge, um pouco mais estruturada. Tem mercados, posto de combustível, banco, mas ainda não tem muitas opções de hospedagem.
  2. Você fala que a melhor época é o verão – de chuvas. Tem perigo de tromba d’água? A chuva pode atrapalhar o passeio?
    Sim, pode ocorrer de a chuva atrapalhar e há um pequeno risco de tromba d’água. Mas em época de seca, quase todos os atrativos secam. E os guias prezam muito pela segurança.
  3. Na Cachoeira dos namorados, se for em meio de semana é mais tranquilo para evitar a lotação?
    Provavelmente. Nós fomos num feriado prolongado de virada de ano.
  4. Tem como ir por conta própria (sem guia)? É obrigatória a presença de um condutor ou seria só o recomendável?
    Para algumas cachoeiras dá para ir sem guia, como a Capivari e a Cachoeira dos Namorados, mas não é tudo sinalizado como em outros parques, e por segurança eu recomendo que se faça com o guia!
  5. E você, Jaque, saiu de Cuiabá ou da sua cidade?
    Eu saí de Porto Velho, Capital de Rondônia, porém tanto pra quem vai aqui do norte ou pra quem vem aí do outro lado a BR é a mesma até Pontes e Lacerda.
  6. Carro pequeno chega nos atrativos?
    Nós fomos com carro pequeno e foi tranquilo. Porém acho que dependendo a época, se já estiver chovendo muito, talvez seja mais difícil.

vila-bela-da-santissima-trindade-mato-grosso-o-que-fazer-cuiaba-mt-pousada-turismo-cachoeira-dos-namorados-canion-parque-estadual-serra-ricardo-franco-historia-mapa-como-chegar-jatoba-trilha- ( (24)

 

Vila Bela da Santíssima Trindade – Conclusão 

A recomendação é entrar em contato com alguém, guia ou hospedagem, e se informar sobre como está o tempo por lá na época.
Nós estávamos com medo de pegar os atrativos secos, pois começou chover tarde. Aí entramos em contato com a Ray, ela disse que estava perfeito e assim foi. Tomamos chuva uma vez só e bem fraca. Porém, todo dia de tardezinha ou pela manhã, chovia..rsrs

vila-bela-da-santissima-trindade-mato-grosso-o-que-fazer-cuiaba-mt-pousada-turismo-cachoeira-dos-namorados-canion-parque-estadual-serra-ricardo-franco-historia-mapa-como-chegar-jatoba-trilha- ( (24)

Este Guest Post é de autoria da queridíssima Jaqueline dos Santos Gomes que é rondoniense (Rondônia, Monikete?! Sim!) e nós tivemos o prazer de conhecer e partilhar momentos lá, na Chapada dos Veadeiros. A Jaque tem paixão genuína em compartilhar suas andanças. Ela viaja sozinha – mas nunca está só – e sente prazer em dizer para nós, brasileiros, que o Brasil é essa Coca-Cola toda mesmo!!

Jaque, muitíssimo obrigada por nos presentear com o primeiro post do Estado do Mato Grosso! Você, tem portas e porteiras abertas aqui!
Vila Bela da Santíssima Trindade: é ou não um dos municípios com maior potencial turístico de Mato Grosso?
#VivaLeve

O Leve Sem Destino faz parte de alguns programas de afiliados, isso significa que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados abaixo, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

 

Hospedagem | Aluguel de Carros | Seguro Viagem


Fábio Brasil

Brasiliense, formado em Ciência da Computação e louco por tecnologia. Assim que começou a ganhar um pouco de dinheiro e comprou um carro, passou a viajar bastante com sua namorada e parceira de blog, Mônica Rodrigues. Degustador amador de vinhos, cervejas e bons drinks. Pronto para aproveitar o melhor que a vida tem a oferecer!

2 comentários em “Vila Bela da Santíssima Trindade – Conheça Essa Potência Turística de Mato Grosso

  • 7 de março de 2021 em 22:45
    Permalink

    Babando na nossa produção!
    Vale muito a pena.
    Obrigada pela oportunidade.

    Resposta
    • 8 de março de 2021 em 15:45
      Permalink

      A senhora tá muito redatora #adoro

      Obrigada você por colaborar com nosso Blog, Jaque.
      Cê despertou bonito a vontade de muita gente em conhecer Vila Bela da Santíssima Trindade <3

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *